Compartilhar:

Confira artigo do presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar.

O espírito empreendedor do catarinense levou o nosso Estado a posição de destaque no desenvolvimento econômico e social do País: parque industrial mais diversificado, melhor distribuição de renda e menor taxa de desemprego são alguns dos indicadores que ilustram nossas conquistas. Mas também é fato que soubemos nos organizar e dialogar para construir em Santa Catarina um ambiente favorável à produção, que beneficia todos que decidem empreender aqui.

A força do associativismo se expressa pelo fato de que a FIESC é a Federação das Indústrias com maior número de sindicatos filiados no País. Somos referência em negociações trabalhistas harmônicas, exemplificadas pela definição do salário mínimo regional. Aqui, o entendimento entre os setores público e privado é histórico, sendo a gestão do governador Celso Ramos, nos anos 1960, um caso emblemático. Ramos desenhou seu programa de governo com base nas pesquisas que realizara ao tempo em que presidira a FIESC, para levantar as demandas sociais e do setor produtivo de Santa Catarina.

Cito essas referências para afirmar que o espírito de união será fundamental para sairmos fortalecidos da maior crise jamais enfrentada. A pandemia da Covid-19 desarticulou a economia e ameaça até mesmo a coesão social. A ruptura, entretanto, abre oportunidades. Para aproveitá-las, é preciso reinventar a economia. Santa Catarina tem condições de emergir da crise como uma referência mundial em desenvolvimento sustentável. Para tanto, precisamos enfrentar a pandemia e sobreviver às dificuldades, ao mesmo tempo que identificamos as transformações do mercado e nos organizamos para aproveitar as oportunidades. Em síntese, este é o Programa Travessia.

Elaborado pela FIESC e adotado pelas demais entidades empresariais do Estado, o programa teve como ponto de partida a análise de cenários pós-Coronavírus traçados por dezenas de organizações e personalidades ao redor do mundo, além da realização de eventos virtuais com algumas das principais empresas de Santa Catarina. O objetivo é criar um movimento que integre e articule o setor empresarial com as demandas e os anseios da sociedade catarinense, para a construção de um ambiente propício à travessia do Estado em direção ao futuro desejável. A união de esforços e o alinhamento de perspectivas são fundamentais diante da constatação de que estamos todos no mesmo barco.

Mario Cezar de Aguiar - Presidente da FIESC

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco