Blumenau, Brusque, Chapecó, Joinville e São José realizaram o evento neste sábado (17) para trabalhadores do setor e seus familiares

 

Florianópolis, 17.08.2019 – Mais de 6,5 mil pessoas passaram pelos eventos no Dia Nacional da Construção Social, neste sábado (17). As cidades de Blumenau, Brusque, Chapecó, Joinville e São José registraram 82,3 mil atendimentos gratuitos em serviços de saúde e cidadania. O evento é promovido pelo SESI, entidade da FIESC, em parceria com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), os sindicatos industriais do setor (Sinduscon e Seconci), e tem apoio da Fecomércio. 

O operador de máquinas Fabrício José Gomes levou a esposa e as duas filhas no evento em Brusque. “Eu trouxe as meninas para fazer carteira de identidade e, no fim, aproveitamos todas as atividades, principalmente de saúde e lazer”, destacou o trabalhador. Nesta edição, o evento contou com mais de 30 entidades parceiras que ofereceram diversos serviços gratuitamente, entre lazer, saúde e cidadania. O pedreiro Gilson Costa aproveitou para cortar o cabelo. “A gente merece um dia assim, com tantas ações que a gente pode aproveitar e ainda rever os colegas de trabalho”, destacou.

O SESI mostrou que drones têm auxiliado o trabalho nos canteiros de obras. A tecnologia está disponível para diversas atividades na construção civil e permite inspecionar obras, identificar situações e trabalhadores em perigo. Para conscientizar os trabalhadores sobre a importância do cuidado com a segurança no trabalho, o SESI levou ao evento jogo interativo com aplicação de realidade aumentada. O jogador precisava identificar em dois minutos as situações de risco às quais o trabalhador está exposto no jogo. Gilson Costa é guincheiro e participou do jogo. “Achei muito interessante, pois mostra a nossa realidade diária de trabalho e é muito importante pra gente não esquecer como a segurança é importante”, frisou.
 
“A gente busca, cada vez mais, uma redução com meta zero em acidentes na indústria e, certamente, este tipo de interação que é divertida, gameficada e lúdica apoia neste sentido de fazer com que o trabalhador entenda os perigos do trabalho em altura, por exemplo. Na construção civil a gente tem algumas situações como essa e procuramos trabalhar neste sentido”, explicou a gerente de saúde e segurança do SESI/SENAI Santa Catarina, Sendi Lopes. 

Chapecó recebeu o evento pela primeira vez. A dona de casa Gerilde Giaretton levou o sobrinho, Gustavo, de 9 anos, para aproveitar os serviços oferecidos. “Foi muito bom, ele participou de várias atividades, o que é importante para ele se socializar, para aproveitar um dia diferente e, também, aprender, pois sempre tem algo diferente”, contou. No município, o evento contou com a unidade móvel do programa SESI Ciências e da NR 33 e 35; orientação sobre saúde auditiva; óculos de simulação de embriaguez; orientação financeira; ações de beleza e cuidados pessoais; orientação de primeiros socorros, saúde bucal e nutricional. Além dos serviços oferecidos, teve apresentações artísticas, culturais, distribuição de lanches e brindes e sorteio de diversos prêmios.

Em Joinville, o operador de máquinas na indústria da construção civil Jeferson Miranda também participou do game Segurança. Ele falou sobre a importância da tecnologia na vida das pessoas, mas principalmente a conscientização de cada um em suas ações no que diz respeito à segurança. “O jogo é interessante também para nossos familiares entenderem os riscos da atividade e nos cobrarem os cuidados que devemos tomar. Todos devemos ficar atentos, para nossa segurança e para a dos colegas de trabalho”, afirmou Jeferson, que estava participando pela primeira vez do evento, junto com a esposa Cristiane e a filha Jethisiane, de 9 anos.

Blumenau também realizou o evento no Complexo Esportivo do SESI. Mais de 12 mil atendimentos foram realizados. Em São José, o Dia Nacional da Construção Social registrou 3 mil atendimentos a trabalhadores da construção civil e seus familiares. 

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
imprensa@fiesc.com.br | 48 3231 4244 
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco