Alunos de cursos do SENAI participaram da etapa nacional de um desafio que estimula o empreendedorismo, a criatividade e a conexão entre academia e indústria por meio da multidisciplinaridade

*Atualizada em 02/03/2021 às 15h40.

Florianópolis, 2.03.2021 - Estudantes de Blumenau, Joinville, Criciúma e Chapecó participaram de um desafio nacional realizado pelo SENAI que estimula o empreendedorismo, a criatividade e a conexão entre academia e indústria. Eles foram convidados a criar soluções inovadoras para indústrias catarinenses com foco em sustentabilidade e interagindo com todas as disciplinas ministradas nos respectivos cursos. Os projetos de Joinville (usina fotovoltaica) e Chapecó (Chocomirtilo) se destacaram, obtendo o segundo lugar nas categorias aprendizagem industrial e curso superior, respectivamente. Confira mais informações sobre cada projeto:

Usina fotovoltaica em miniatura - De Minas Gerais, veio o desafio de ensinar conceitos relacionados à energia fotovoltaica sem a necessidade de se reproduzir uma usina. Os equipamentos utilizados para produção desse tipo de energia são caros e, além disso, para colocar em operação um painel fotovoltaico, é necessário adequar uma grande área externa. Por isso, os estudantes do curso de aprendizagem industrial em assistente de administração e ajustador mecânico, do SENAI em Joinville, criaram a miniatura de uma usina fotovoltaica, trocando os equipamentos convencionais, grandes e caros, por outros equivalentes. O kit resultante desta solução será portátil e permitirá que os estudantes executem com facilidade diversos testes e simulações.

Chocomirtilo - Em Chapecó, os graduandos do curso superior de Tecnologia em Alimentos desenvolveram o Choco Mirtilo, que é um drageado de chocolate com mirtilo e leva outros ingredientes como o colágeno, fonte de proteína. O processo de drageamento amplia a vida útil do produto a base de mirtilo. 

Eco Art Botânico - Solução criada por alunas do curso de Design de Moda do SENAI/Unesc e técnico em modelagem, de Criciúma, reúne processos para levar cor, estampa e vida para os produtos de moda, por meio do tingimento natural e da estamparia botânica. O projeto foi desenvolvido pelas alunas Josiane Vieira Bortolin, Kelli Pereira Teresinha e Luciani Gil com a supervisão da professora e orientadora, Maria Julia Dassoler, para a empresa Criativa Têxtil. 

Naturabee - Estudantes do curso de aprendizagem industrial em confeccionador de moldes e roupas, de Blumenau, trabalham num projeto de reaproveitamento de resíduos têxteis oriundos do processo de corte da Brandili (Apiúna-SC). Com o uso de cera de abelha, elas criaram panos que substituem a utilização de plástico filme, reduzindo os impactos ambientais e custos para descarte destes resíduos têxteis. O aproveitamento desses tecidos que sobram do processo produtivo da empresa gera renda para diversas famílias em situação de vulnerabilidade. 

Tool Backpack - Outro projeto em Blumenau, oriundo de estudos dos alunos de aprendizagem industrial em confeccionador de moldes e roupas e em eletricista de manutenção, é o Tool Backpack. O desafio foi proposto pela Aço Verde do Brasil, de Minas Gerais, e consiste em uma mochila para transporte das ferramentas de manutenção elétrica. Desenhada com o objetivo de melhorar a segurança do trabalhador e agilizar o trabalho, a mochila evita uma série de possíveis acidentes. 

Fora da Estante - Em Joinville, estudantes do curso técnico em logística criaram o “Fora da Estante”, solução que consiste em organizar a biblioteca de uma escola do SENAI com revitalização visual e logística do fluxo interno no ambiente. A estratégia inclui a troca das cores das paredes por cores mais vibrantes, implementação de expositores, móveis que promovam a acessibilidade de pessoas com deficiência, entre outras iniciativas. 


Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina