A redução do ICMS sobre combustíveis alivia a inflação, mas pode comprometer receita dos estados no longo prazo, analisa o assessor de economia da FIESC e professor do departamento de economia da UFSC, Pablo Bittencourt. A matéria foi aprovada pela Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira, dia 25, e agora segue para apreciação do Senado Federal.

Assista ao vídeo e confira a análise do economista Pablo Bittencourt

 

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina