Pular para o conteúdo principal

Quer receber nosso conteúdo exclusivo? Inscreva-se!

Vencedores do Voluntário que Inspira são premiados em Florianópolis

Adriana Constante, de Blumenau, e Claudiroger Rombaldi, de Jaraguá do Sul, foram os ganhadores da iniciativa da FIESC que busca estimular voluntariado no Estado

Florianópolis, 8.12.2023 - Os vencedores do Prêmio Voluntário que Inspira, promovido pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) para incentivar o voluntariado no Estado, foram premiados com troféus nesta quinta-feira (7), em Florianópolis, em cerimônia no Hotel Mecure.

A empresária de Blumenau Adriana Constante, vencedora na categoria Comunidade, aberta a todos os catarinenses, disse que o prêmio reconhece o esforço de quem realiza sonhos. “Tudo isso [reconhecimento] vai nos dando força para poder continuar”, afirma.

Adriana dedica-se ao voluntariado desde 2016, quando criou o projeto Sonho em Viver. Ela ajuda idosos, moradores de rua, mulheres vítimas de violência, crianças fora da escola e jovens em busca de trabalho. Em sete ano, calcula ter feito mais de 5 mil ações. “O voluntariado é assim: a gente começa a se cercar de pessoas e, de repente, a coisa acontece”, conta.

Claudiroger Rombaldi, professor do SESI em Jaraguá do Sul, vencedor da categoria Colaborador FIESC, disse que o prêmio estimula a ajudar ao próximo. “Quando a gente ajuda as pessoas, nós também ficamos felizes”, destacou ele, que atua no Grupo Voluntário de Busca e Salvamento GERAR.

O GERAR foi criado em 2009, depois da tragédia ambiental de novembro de 2008, que atingiu principalmente cidades do Vale do Itajaí, como Blumenau e Ilhota, matando 135 pessoas. Apoia forças de segurança de Santa Catarina e outros estados em situações de desastres.

Rombaldi fez um convite aos que acompanhavam a cerimônia presencialmente e pelo YouTube. “Se juntem a quem está ajudando. Ajude da forma como puder. Às vezes, uma garrafinha de água faz a diferença. Às vezes, tudo que a pessoa pode fazer é ficar no local e não deixar ninguém passar, e isso já é o suficiente”, exemplificou.

Evandro Badin, diretor-executivo da organização social Junior Achievement e um dos palestrantes da cerimônia, disse que o voluntariado constrói pontes entre as pessoas. “Nós transpomos barreiras culturais, sociais, políticas e econômicas quando a gente vai fazer o voluntariado. Não importa se você tem mais dinheiro ou menos dinheiro, se você é mais culto ou menos culto. O que importa ali é superar uma dor, um obstáculo, uma dificuldade”, frisou.

O Prêmio Voluntário que inspira foi organizado pelo programa Eu Voluntário, da FIESC. O Instituto Pe. Vilson Groh (IVG) e o Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICOM) foram parceiros da iniciativa. Os vencedores foram escolhidos por banca entre candidatos de todo o Estado.

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina - FIESC

Notícias relacionadas

Indústria News

Inscreva-se e receba diariamente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina.
Confira edições anteriores.