Parceria visa preparar profissionais em nove meses para a criação de softwares e suprir uma das maiores demandas por mão de obra da área de tecnologia da informação; programa poderá ser personalizado para outras empresas do setor de tecnologia que querem qualificar profissionais 

Florianópolis, 16.11.2020 – A Faculdade SENAI, a Softplan e a ACATE deram início nesta segunda-feira (16) à formação de desenvolvedores de software (full stack) por meio do projeto DevInHouse. A aula inaugural para os 40 estudantes ocorreu de forma on-line, por meio do YouTube do SENAI, e contou com a participação do diretor de educação e tecnologia da FIESC, Fabrizio Machado Pereira, do diretor-executivo da Softplan e vice-presidente de Talentos da ACATE, Moacir Marafon, e do presidente da ACATE, Iomani Engelmann. 

Mais de 800 pessoas demonstraram interesse em participar do processo seletivo e 344 realizaram a prova. Os estudantes classificados passarão por nove meses de capacitação. “São mais de 12 mil empresas que empregam mais de 56 mil colaboradores com diversas vagas abertas. Vocês poderão trabalhar em qualquer lugar e, a partir do sexto mês de estudos, dez de vocês poderão iniciar a carreira de desenvolvedor com a gente na Softplan”, destacou Marafon.

“Estamos dando início a uma agenda vencedora, que vai transformar e contribuir muito para o fortalecimento do setor de tecnologia, não só na Grande Florianópolis, isso vai transbordar, por meio da parceria com a ACATE. Mesmo em tempos de crise, sobram vagas para profissionais qualificados”, lembrou o diretor de educação e tecnologia da FIESC. “A Faculdade SENAI de Florianópolis tem cursos conectados com as necessidades das empresas do setor de tecnologia. Além disso, o estudante aprende online, num programa cocriado com uma empresa desenvolvedora que contratará os melhores. A performance é vital. Esse modelo poderá ser customizado para outras empresas de acordo com suas demandas, permitindo que o aluno desenvolva as competências consideradas essenciais”, acrescentou Fabrizio.

Iomani, da ACATE, comentou os desafios do setor, entre eles, destacou que a educação é um caminho justo para uma sociedade mais igualitária. “Nada melhor do que oferecer empregos de alta renda e alta empregabilidade, e é isso que o setor de tecnologia proporciona. Nesse momento, temos mais de mil vagas abertas e que pagam muito bem. Quem quiser ousar mais e empreender, SC é o estado que melhor proporciona um ecossistema de inovação”, frisou.

Os alunos receberão diariamente exercícios e projetos para desenvolver em casa com o suporte de professores que estarão à disposição. No final do curso, previsto para setembro de 2021, cada estudante receberá mentoria de um desenvolvedor sênior da Softplan. 
 
Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina