Santa Catarina terá dois (em Joinville e Florianópolis) dos 15 ambientes que poderão ser utilizados por indústrias para pesquisas e projetos inovadores

Florianópolis, 02.6.2022 – O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) lançou a chamada para projetos em habitats de inovação em 14 estados, incluindo Santa Catarina. Os Habitats SENAI de Inovação são espaços com infraestrutura de ponta e corpo técnico extremamente qualificado que poderão orientar empresas e startups a desenvolverem projetos que impulsionem pesquisa, desenvolvimento e inovação (P&D+I) no país. No total, são 15 ambientes, instalados junto a Institutos SENAI de Inovação (ISI), incluindo as cidades catarinenses de Joinville e Florianópolis. O lançamento ocorreu em eventos simultâneos nesta quarta (1º), realizados nos estados contemplados.

Na primeira fase, a rede dos Habitats de Inovação está presente em Santa Catarina (único estado com duas unidades), Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo. Estes espaços são ambientes colaborativos que visam fortalecer o relacionamento com as indústrias e possuem relação com os Institutos SENAI. Os ISIs serão responsáveis por compartilhar a infraestrutura e a equipe especializada além de acompanhar toda a jornada das empresas para ajudar a identificar e desenvolver produtos e processos inovadores. Os resultados esperados são a alavancagem das empresas, soluções de grandes desafios que tragam impacto local e nacional, a partir da cocriação de soluções personalizadas e conexões com o Ecossistema de Inovação Brasileiro. 

“Os habitats combinam os conceitos de empresa consolidada e apoiada com o ímpeto das startups, a infraestrutura tecnológica oferecida pelos institutos e residência, no formato de residência médica, em que o estudante vai trabalhar com demanda real”, explica Luís Gonzaga Trabasso, pesquisador-chefe dos Institutos SENAI de Inovação em Sistemas de Manufatura e em Processamento a Laser, em Joinville, que hospedarão um dos habitats instalados em Santa Catarina. “As empresas têm condições de repassar os valores e a cultura organizacional para os integrantes da equipe, que terão perspectiva de carreira”, acrescenta.

O lançamento do programa contou com uma live nacional e apresentações locais. Em Joinville, a atividade foi aberta com palestra do gerente-executivo de Inovação e Transformação Digital da Tupy, Daniel Marques de Moraes. “A Tupy já é parceira em projetos do SENAI de longa data. Estar junto em mais um é um processo natural que vem fortalecer o trabalho já realizado e nos habilita a novos projetos de inovação. Hoje consideramos não ser viável trabalhar sozinho, mas em cooperação com todos os atores do ecossistema”, afirmou. Também foram apresentados cases das empresas Strokmatic, Bunge, Sigaway e Greylogix.

“A rede nacional de Institutos SENAI de Inovação é a maior infraestrutura inovativa do país e está totalmente engajada no desenvolvimento de soluções inovadoras que vão ajudar na competitividade da indústria. Essas novas chamadas irão alavancar novas parcerias e promover o desenvolvimento do país”, ressalta o diretor nacional do SENAI, Rafael Lucchesi. 

O que são habitats de inovação?

Como participar?
Os departamentos regionais do SENAI vão lançar chamadas temáticas, via Plataforma Inovação para a Indústria, informando as regras de seleção e quais indústrias poderão participar. As chamadas também vão indicar quais os habitats disponíveis, com detalhes sobre o espaço e benefícios oferecidos. Cada habitat está vinculado a um Instituto SENAI de Inovação e/ou de Tecnologia que possui competências específicas. Por isso, sua empresa poderá se associar a mais de uma estrutura de acordo com as necessidades de soluções e desafios. 

Acesse aqui o regulamento

A Plataforma Inovação para a Indústria é uma iniciativa do Sistema Indústria para financiar o desenvolvimento de produtos, processos ou serviços inovadores, com o objetivo de aumentar a produtividade e a competitividade da indústria brasileira, além de promover a otimização da segurança e saúde na indústria. Criada em 2004 como Edital SENAI SESI de Inovação, a iniciativa já selecionou mais de mil projetos inovadores, nos quais foram investidos mais de R$ 817 milhões. As propostas escolhidas recebem recursos e apoio para desenvolvimento de uma prova de conceito, passando por processos de validação, de protótipo e de teste na rede de inovação e tecnologia do SENAI.

Rede de Institutos SENAI de Inovação e de Tecnologia

A Rede de Institutos SENAI de Inovação foi criada para atender as demandas da indústria nacional. Ela tem como foco de atuação a pesquisa aplicada, o emprego do conhecimento de forma prática, no desenvolvimento de novos produtos e soluções customizadas para as empresas ou de ideias que geram oportunidades de negócios. Os institutos trabalham em conjunto, formando uma rede multidisciplinar e complementar, entre si e em parceria com a academia, com atendimento em todo o território nacional. 

A rede é composta por 26 Institutos SENAI de Inovação. Desde a criação, em 2013, mais de R$ 1,2 bilhão foram mobilizados em 1.332 projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I). A estrutura conta com mais de 930 pesquisadores, sendo que cerca de 52% possuem mestrado ou doutorado. Por serem reconhecidos como Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT), os Institutos SENAI de Inovação possuem acesso a diversas fontes de financiamento não-reembolsáveis para projetos de PD&I. Atualmente, 15 institutos compõem unidades Embrapii e possuem acesso direto a recursos para financiamento de projetos estratégicos de pesquisa e inovação.

Em Santa Catarina estão instalados os Institutos SENAI de Inovação em Sistemas de Manufatura e Processamento a Laser (em Joinville) e de Sistemas Embarcados (Florianópolis). Além de institutos de tecnologia e laboratórios de metrologia em Alimentos e Bebidas (Chapecó), Eficiência Energética (Jaraguá do Sul), Logística de Produção (Itajaí), Cerâmica (Criciúma), Ambiental e Têxtil, Vestuário e Design (Blumenau) e Mobiliário (São Bento do Sul).

 

Com informações da Agência CNI

Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina - FIESC
Gerência Executiva de Comunicação Institucional e Relações Públicas - GECOR

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina