Pular para o conteúdo principal

Quer receber nosso conteúdo exclusivo? Inscreva-se!

SC negocia exportação de casas de madeira com República do Congo

Está previsto o envio inicial de 50 casas, com possibilidade de embarcar 1.500 unidades ao longo dos próximos anos

Florianópolis, 14.11.2023 -  Santa Catarina poderá exportar 1.500 casas pré-fabricadas para a República Democrática do Congo (RDC) nos próximos anos. A negociação começou em 2022, envolvendo o país e a Cooperativa Amurel, um consórcio composto por cinco madeireiras localizadas em Jaguaruna e Tubarão.

O projeto foi apresentado nesta segunda-feira, 13, ao governador Jorginho Mello, com a presença de uma comitiva da RDC, liderada pelo ministro das Minas, Victor Kasongo.

Inicialmente, está previsto o envio de 50 estruturas, permitindo eventuais ajustes na construção antes da comercialização das 1.500 casas.

“Decidimos enviar essas 50 unidades para verificar se tudo sairá do papel como planejamos. Se tudo ocorrer conforme esperado, pretendemos concluir a venda das 1.500 estruturas ao longo dos próximos 10 anos”, explicou Alexsandro da Cruz Barbosa, presidente da Cooperativa Amurel e vice-presidente regional da FIESC Litoral Sul.

Os recursos para a aquisição das casas serão de um fundo destinado à compra de habitações populares em países com elevados índices de vulnerabilidade social, conforme estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Com informações da ASCOM.

Notícias relacionadas

Indústria News

Inscreva-se e receba diariamente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina.
Confira edições anteriores.