Projeto de lei complementar foi votado nesta quarta-feira (19) na Assembleia Legislativa; novas faixas do mínimo catarinense variam entre R$ 1.215 e R$ 1.391

Florianópolis, 20.2.2020 – Por 30 votos a dois, os deputados catarinenses aprovaram, na tarde desta quarta-feira (19), o Projeto de Lei Complementar (PLC) 2/2020, de autoria do Poder Executivo, que reajusta o salário mínimo regional. A proposta será encaminhada para a sanção do governador Carlos Moisés da Silva.

O projeto que trata do reajuste, fruto de um acordo entre entidades empresariais e dos trabalhadores, chegou à Assembleia Legislativa na semana passada e tramitou em regime de urgência. Ele resultará em um reajuste médio de 4,97% nas quatro faixas do mínimo estadual com valores retroativos a 1º de janeiro de 2020. O PLC teve os votos contrários dos deputados Bruno Souza e Jessé Lopes.

O presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, destacou o resultado positivo da negociação. “É a demonstração do que se exercita em Santa Catarina, uma relação harmoniosa entre os representantes dos trabalhadores e do setor produtivo. Foi um acordo construído a várias mãos e, pelo décimo ano, chegamos a um acordo favorável para a economia catarinense”, afirmou.

Representantes de várias centrais sindicais acompanharam a votação das galerias do Plenário Deputado Osni Régis. 

Com informações da Agência AL
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco