Resultado de SC foi o melhor do país na comparação com o mesmo mês em 2020, mostram os dados do IBGE, divulgados pelo Observatório FIESC

Florianópolis, 8.4.2021 - A produção industrial de Santa Catarina registrou expansão de 8,1% em fevereiro na comparação com o mesmo mês em 2020. O resultado foi o melhor do país para o período, mostram os dados do IBGE, analisados pelo Observatório FIESC. “Entre os setores que se destacaram estão bens de capital, em especial o de máquinas e equipamentos e de metalurgia, que registraram as maiores expansões. Esse comportamento pode estar relacionado ao choque de oferta durante a pandemia, gerando quebra nas cadeias produtivas globais, e ao aumento na demanda em alguns setores, ocasionando desequilíbrio entre a oferta e a demanda”, destaca a análise do Observatório FIESC.

Clique aqui e veja a análise completa

O Observatório destaca ainda que o investimento em bens de capital está relacionado ao aumento na capacidade de oferta da economia, indicando investimentos no setor produtivo para maior capacidade no atendimento de bens industriais entre os elos das cadeias produtivas. Esse processo poderá auxiliar na equalização entre a oferta e a demanda, bem como no nível de preços. “Em relação aos demais setores industriais, apenas as atividades relacionadas a produtos de minerais não-metálicos e produtos alimentícios registraram retração na produção industrial em fevereiro, com variações de -7,1% e -14,3%, respectivamente”, destaca a análise.

No primeiro bimestre de 2021, a expansão produtiva industrial alcançou 9,5% em Santa Catarina na comparação com o mesmo período em 2020, enquanto a indústria nacional registrou expansão de 1,3% no mesmo período. 
 

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina