Conforme análise do Observatório FIESC, o resultado foi o segundo melhor entre os estados brasileiros na análise mensal, atrás apenas do Rio de Janeiro.

Florianópolis, 15.6.2022 - Santa Catarina registrou crescimento de 3,3% na produção industrial de abril em relação ao mês anterior, na série sem os efeitos sazonais. Conforme análise do Observatório FIESC, o resultado foi o segundo melhor entre os estados brasileiros na análise mensal, atrás apenas do Rio de Janeiro.  O desempenho recupera parte da queda observada em março e recoloca a Indústria catarinense em patamar de produção superior ao nível observado pré-pandemia. No cenário nacional, houve estabilidade em abril, com variação de +0,1%.

“Apesar do cenário global de maior incerteza, a indústria catarinense ainda mantém um desempenho positivo quando olhamos para o acumulado dos últimos doze meses. A confiança do industrial para os próximos seis meses se mantém otimista, um indicador positivo para o futuro”, avalia o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar.

:: Confira o boletim completo

Apesar da recuperação em abril, no acumulado dos quatro primeiros meses do ano a produção industrial catarinense segue registrando queda superior à média nacional. Conforme Mariana Correia Guedes, economista do Observatório FIESC, a Indústria ainda sente os impactos dos choques globais nas cadeias logísticas, bem como a alta nos preços das commodities, que acabam por encarecer os custos produtivos e reduzindo a demanda de compradores.

Conforme Sondagem Especial, 70,7% das empresas industriais e da construção em Santa Catarina consideraram que o aumento dos custos com insumos e matérias-primas nacionais superou as expectativas em função dos ataques russos à Ucrânia.

Confecção foi destaque em SC

Em Santa Catarina, o principal destaque de abril foi a atividade de Confecção. De acordo com análise da economista do Observatório FIESC, o setor vem impulsionando a produção de bens de consumo semiduráveis e não duráveis no estado, com crescimento acima da média da indústria geral nos últimos dois meses. Intensivo em mão de obra, o segmento de Confecções já registrou abertura de mais de 5 mil novas vagas formais no ano em Santa Catarina (janeiro a abril).

Já o setor automotivo continua sendo destaque na recuperação da atividade econômica, com nível de produção acima do patamar pré-pandemia desde o final de 2020. Além de ter registrado a segunda maior expansão na variação mensal, é líder em crescimento no acumulado de 12 meses.

 

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina