218 estudantes da rede integrada por SESI e SENAI concluíram a educação básica e, concomitantemente, o curso de desenvolvimento de sistemas, seguindo modelo proposto pela reforma do ensino médio

Florianópolis, 16.12.2021 - A Escola S, rede de educação básica da FIESC integrada por SESI e por SENAI, celebrou na noite desta quarta-feira (15) em evento on-line a formatura das primeiras turmas do chamado ‘novo ensino médio’. O modelo, que passa a ser obrigatório no próximo ano, foi implementado de forma pioneira na Escola S e ofereceu aos estudantes formação profissional em desenvolvimento de sistemas.

>> Assista ao REPLAY da cerimônia.
 
“Estamos vivenciando um momento único e especial, o final de um ciclo e o início de um outro. Vocês partem agora em busca de novos horizontes e desafios. Várias pessoas estiveram envolvidas nisso: pais, amigos, professores, orientadores e supervisores que se dedicaram, preocupando-se não somente com uma educação de qualidade, mas com o bem-estar de vocês”, destacou o diretor de educação e tecnologia da FIESC e diretor-regional do SENAI/SC, Fabrizio Machado Pereira, em mensagem aos formandos.

Wisley Pereira, gerente executivo de educação do departamento nacional do SESI, exaltou o fato de os estudantes integrarem as primeiras turmas catarinenses a se formarem nesse modelo. “Vocês têm muito a comemorar, porque passaram por uma instituição que desenvolve, além das habilidades cognitivas, as emocionais. O projeto de vida de vocês certamente será realizado”, disse.

Para substituir o modelo do ensino médio oferecido aos jovens catarinenses, a Escola S foi precursora no estado, como destaca o gerente de educação básica e profissional do SESI e do SENAI, Thiago Korb. “Esse novo modelo valoriza o protagonismo juvenil, uma vez que ele pretende atender as múltiplas intenções e interesses, seja aprofundando a educação com interesse acadêmico, seja se preparando para o mundo do trabalho. O novo ensino médio passa a ser obrigatório a partir de 2022, mas, na Escola S, fomos desbravadores e hoje formamos as primeiras turmas”, celebrou. 

A estudante Maitê Silva Leopoldino, da Escola S de Criciúma, falou em nome dos demais formandos. “Tive a oportunidade de fazer parte da Escola S em toda a minha jornada de educação básica. Hoje é um dia de celebrar e de nos despedir de uma fase das nossas vidas para dar lugar a uma outra que com certeza vai trazer novos aprendizados”, afirmou. “Enfrentamos uma pandemia de efeitos pesados e tristes, que nos mostrou que temos a capacidade de superação. A gente aprendeu a ser protagonista da nossa própria caminhada e a estender a mão ao outro”, acrescentou.

Em Joinville e Jaraguá do Sul, o itinerário do ensino médio conta também com formação profissional em mecatrônica, em linha com a vocação industrial da região. Outras áreas passam a ser oferecidas em 2022 aos estudantes do ensino médio da Escola S.

>> Conheça a Escola S e matricule-se. 
 

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina - FIESC

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina