Resultado superou as projeções do mercado. Contribuíram para esse crescimento todos os setores econômicos. Foi registrada expansão na agropecuária (5,7%), indústria (0,7%) e serviços (0,4%), informa a publicação Cenário Macroeconômico, do Observatório FIESC

Florianópolis, 4.6.2021 - A economia brasileira avançou 1,2% no primeiro trimestre de 2021, na comparação com os três meses imediatamente anteriores, informa o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em valores correntes, o PIB do primeiro trimestre de 2021 somou R$ 2,048 trilhões. Quando comparado com o mesmo período de 2020, a expansão foi de 1%. No acumulado dos últimos doze meses, no entanto, a atividade ainda sofre retração de 3,8%. Os dados estão na publicação Cenário Macroeconômico, elaborada pelo Observatório FIESC.

Clique aqui e acesse os dados

A análise da FIESC mostra que o resultado veio melhor que o esperado pelo mercado. As projeções, segundo o boletim Focus do Banco Central, indicavam um avanço de 0,42% no primeiro trimestre em relação aos três meses anteriores. Contribuíram para esse crescimento todos os setores econômicos: houve taxa de crescimento positiva na agropecuária (5,7%), indústria (0,7%) e serviços (0,4%).
 

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina