Pular para o conteúdo principal

Quer receber nosso conteúdo exclusivo? Inscreva-se!

O difícil cenário hídrico de SC

Edição de novembro da revista da FIESC aborda os desafios do Estado para lidar com o excesso e a falta de água cada vez mais constantes, além do saneamento precário

Florianópolis, 29.11.2023 - As chuvas que castigam Santa Catarina são uma prova da importância de se estabelecer uma agenda para inserir a água no centro das atenções do Estado, e esse é o tema da reportagem de capa da revista Indústria & Competitividade de novembro. 

🔵 Para ler, clique aqui

A FIESC tomou a iniciativa com o lançamento da Agenda Catarinense da Água, baseada em amplos estudos e que trata não apenas dos problemas decorrentes do excesso de água, mas também das situações de escassez devido a secas, dos desafios para o suprimento com o estresse das bacias hidrográficas e da insuficiência do tratamento de esgoto no Estado. A reportagem da revista traz detalhes da agenda e explora temas como os prejuízos causados pelas chuvas à infraestrutura, as perspectivas de avanços no tratamento de esgoto com base no novo Marco Legal do Saneamento, os impactos das secas para a agroindústria e o esforço do setor industrial para reduzir a dependência de água em seus processos.

Uma reportagem especial da revista, baseada em dados do Censo e em análises econômicas realizadas pelo Observatório FIESC demonstra como Santa Catarina se destacou no período entre os últimos censos, tanto em crescimento populacional quanto em crescimento econômico: a população aumentou 3,3 vezes mais do que a média nacional, enquanto o PIB avançou quatro vezes mais rápido. A indústria se destaca nesse processo, pois enquanto o emprego no setor estagnou no Brasil, a abertura de vagas cresceu 1,5% ao ano no Estado ao longo do período, o que ajuda a explicar porque Santa Catarina tem hoje mais de 20% dos trabalhadores imigrantes do País.

A edição traz ainda uma matéria sobre o setor de embalagens para alimentos que se desenvolveu no Oeste catarinense, especialmente no município de Videira, aproveitando o crescimento da agroindústria local. Outra reportagem esmiuça o mercado de produtos associados ao bem-estar e alguns dos investimentos feitos por indústrias em Santa Catarina para a produção de óleos essenciais, cosméticos e perfumes com apelo ambiental, ético e vegano. A seção de inovação da revista traz detalhes sobre uma parceria entre a Petrobras e o Instituto SENAI de Inovação em Sistemas Embarcados para desenvolver um sofisticado equipamento de apoio à geração de energia eólica em alto mar – trata-se de uma boia de alta tecnologia capaz de analisar os locais mais propícios no oceano, considerando ventos, ondas e outros fatores, para a instalação de parques eólicos.

O perfil da edição conta a incrível trajetória de Francisco Graciola, filho de agricultores que foi barbeiro e dono de lanchonete antes de criar a FG Empreendimentos, empresa que construiu alguns dos prédios mais altos do Brasil em Balneário Camboriú. Outra matéria conta detalhes da instalação da unidade industrial da Portobello nos Estados Unidos, uma fábrica de revestimentos cerâmicos que tem quase um quilômetro de extensão e está entre as mais modernas do mundo. A entrevista principal da edição é com o presidente do BRDE João Paulo Kleinübing, e o artigo é assinado pelo presidente da SCGás Otmar Josef Müller.

Notícias relacionadas

Indústria News

Inscreva-se e receba diariamente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina.
Confira edições anteriores.