Allan participa da disputa na categoria de fresagem em CNC, tecnologia fundamental na indústria metal mecânica; mundial de profissões ocorre em Kazan, na Rússia, a partir do dia 22

Florianópolis, 20.8.2019 – O irmão mais velho estudava no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e foi a inspiração para Allan Scholze seguir o mesmo caminho e tornar-se um dos competidores no mundial de profissões técnicas. O pai apoiou a decisão e, em 2012, Allan se matriculou na unidade da cidade deles, São Bento do Sul, em Santa Catarina.

Fez os cursos de mecânica de usinagem, mecânica de manutenção e técnico em eletromecânica. A WorldSkills 2019 será realizada na cidade de Kazan, na Rússia a partir do dia 22.

Allan embarcou para a competição quatro anos depois de ver seu irmão mais velho, Alef, na edição do mundial realizada em 2015, em São Paulo. O caçula foi ver o irmão na disputa e se animou. “Fiquei mais inspirado ainda. Pensei: é aqui eu quero estar”. A partir de então, começou a se preparar.

Para participar dos treinamentos, ele trancou a faculdade de Engenharia de Automação, que quer retomar depois. Allan vai disputar na WorldSkills na ocupação fresagem em CNC. O profissional dessa área tem como função fabricar peças em metal por meio da usinagem, o desgaste mecânico que visa dar forma a uma peça.

“Estou bem focado. Eu sempre quis ganhar, né? Seguir os passos do meu irmão e retomar ao Brasil com a usinagem CNC no pódio”, diz ele.

A família, inspiração do Allan, também está presente em seu treinamento. O irmão Alef é professor no SENAI em São Bento do Sul e ajudou no treinamento do caçula para o mundial. Para os Scholze, estar na escola é estar em casa, “Pra nós é a vida. A gente começou desde pequeno lá. Parece que se tornou uma família o SENAI, sabe?”, conta Allan.

Com informações da Agência CNI de Notícias

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco