Industrial faleceu de causas naturais, aos 91 anos, na noite desta quinta (15), em Porto Belo; junto com o irmão Nélson, há 60 anos criou a Zen S.A, depois empreendeu também em construção civil, hotelaria e cervejas artesanais; em 2014, foi condecorado pela FIESC com Ordem do Mérito Industrial de Santa Catarina

Florianópolis, 16.10.2020 - Dedicação à família e ao trabalho é o principal legado deixado pelo industrial Hilário Zen, sócio co-fundador da indústria Zen S.A, de Brusque, falecido na noite desta quinta-feira (15), aos 91 anos. Em 2014, ele foi condecorado com a Ordem do Mérito Industrial de Santa Catarina, concedida pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), o principal reconhecimento da indústria catarinense. “Ao lado do irmão Nélson, Hylário construiu um grande empreendimento industrial, que este ano completou 60 anos e se tornou líder mundial como fabricante independente de impulsores de partida”, disse presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar.

Assista abaixo o vídeo de homenagem da FIESC divulgado na oportunidade da outorga da Ordem do Mérito Industrial de SC, em 2014.


“Primeiro vem a família e o amor à família faz com que a gente tenha sucesso no trabalho”, disse Zen, em entrevista ao Canal X, explicando a principal motivação de sua vida. Aos 14 anos começou a trabalhar na indústria Renaux e queria se dedicar à área mecânica. Por isso, aos 22 anos, em busca de aperfeiçoamento se transferiu a São Paulo para onde convidou também o irmão Nélson. Ainda na capital paulista, em 1960, os dois eram funcionários de empresas diferentes e um dia Nélson comentou que seu patrão não queria produzir uma determinada peça para aparelhos de rádio, por causa da complexidade da tarefa. Os irmãos Zen assumiram o desafio, de onde surgiu a indústria Zen. Três anos mais tarde, eles começaram a produzir impulsores de partida, que se tornaria o principal produto de sua indústria. Em 1973, a empresa se transferiu para Brusque, a terra natal dos sócios. Hoje a empresa possui mais de mil colaboradores, exporta para 60 países, produz mais de 15 milhões de componentes por ano e possui um portfólio de mais de 2 mil itens. Além desse empreendimento, Hylário investiu na construção civil, em hotelaria e na produção de cervejas artesanais. 

Como liderança empresarial e da sociedade, Zen se tornou também presidente da Associação Empresarial no quadriênio 1993/1996 e prefeito de Brusque, de 1997 a 2000. Ele faleceu de causa naturais, em sua residência em Porto Belo. O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, decretou luto oficial de sete dias.
“Brusque perde uma personalidade que fez parte da história da cidade e que contribuiu muito para o seu desenvolvimento, como prefeito e empresário visionário. Sempre atuante nas entidades das quais fez parte, inclusive no Sindicato das Indústrias Metalmecânicas”, disse o vice-presidente da FIESC para o Vale do Itajaí Mirim, Ingo Fischer. “Lamento a perda de um grande empresário e pessoalmente, também, de um grande amigo", acrescentou.

 

Com informações da Mídia Press


Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina