Informação foi dada pelo secretário Paulo Eli, durante reunião de diretoria da FIESC. Meta é sobrar R$ 2 bilhões por ano em recursos próprios para aportar principalmente em infraestrutura

Clique na imagem abaixo e assista ao replay da transmissão

Florianópolis, 21.12.2020 – Em reunião de diretoria da FIESC, na sexta-feira, dia 18, o secretário da Fazenda, Paulo Eli, destacou que o governo catarinense vem trabalhando no ajuste das contas públicas para fazer sobrar R$ 2 bilhões por ano em recursos próprios para investimentos, especialmente em infraestrutura. Ele explicou que a melhora nas contas públicas é fundamental para que o estado consiga alcançar nota B perante o Tesouro Nacional, e assim ficar habilitado para obter mais R$ 1 bilhão em financiamento, que também será destinado para investimento. Hoje, Santa Catarina tem nota C, situação em que a União não avaliza novos empréstimos.  

Ele destacou ainda que muitas empresas estão investindo em Santa Catarina e informou que há cerca de R$ 40 bilhões em investimentos em processo de análise no Instituto de Meio Ambiente (IMA). O secretário também disse que o principal desafio do governo é equacionar o déficit da previdência. 

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina