A iniciativa do fundo, que é articulado pela FIESC, tem o propósito de aumentar o número de respiradores em UTI para o enfrentamento da Covid-19; ações da indústria também contemplam ampliar a produção nacional dos aparelhos e o conserto gratuito de mais de 2 mil equipamentos que estavam danificados em todo o Brasil

Florianópolis, 11.8.2019 – As regiões catarinenses do Oeste e da Foz do Rio Itajaí receberam nesta terça-feira, dia 11, respiradores pulmonares doados pelo Fundo Empresarial para Reação Articulada de Santa Catarina Contra o Coronavírus (FERA/SC), liderado pela Federação das Indústrias (FIESC). A concessão das duas unidades foi feita em parceria com o Sindicato das Indústrias da Carne e Derivados (Sindicarne), que articulou as doações do segmento ao Fundo Empresarial. A ação integra um esforço do setor industrial brasileiro de aumentar o número de ventiladores pulmonares nas unidades de terapia intensiva (UTI). Além da compra dos equipamentos, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), a Confederação Nacional da Indústria e as federações estaduais atuam em outras frentes, como o apoio para ampliar a produção interna e a restauração de aparelhos danificados - foram consertados mais de 2 mil no país.

Com as doações efetivadas nesta terça-feira, foram beneficiados o Hospital Marieta Konder Bornhausen, de Itajaí, e o Hospital Regional Oeste, de Chapecó. Os aparelhos foram fornecidos pela Novitech, da São Bernardo do Campo, indústria parceira do SENAI na frente de ampliação da produção nacional.
O presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, lembra que qualquer empresa ou cidadão pode contribuir para o Fundo Empresarial Articulado. “Propomos um trabalho conjunto da sociedade catarinense na superação da pandemia com a maior rapidez possível”, acrescenta Aguiar. O presidente da FIESC destaca ainda que os ventiladores são um dos recursos mais importantes no combate à Covid, pois é um equipamento vital para aqueles que apresentarem os sintomas mais graves da doença.

“É uma satisfação muito grande contribuir com essa campanha junto com a FIESC”, afirmou a presidente do Sindicarne, Irani Pamplona Peters. “Nesse momento em que a sociedade precisa de auxílio na saúde, ficamos felizes em poder contribuir em projetos que ajudam a salvar vidas”, acrescentou.

“Esse projeto integra uma série de ações da FIESC em relação ao coronavírus. Com o apoio do Sindicarne conseguimos recursos para a aquisição do respirador e fazer a doação ao Hospital Regional do Oeste que atende toda a região, sendo referência em saúde”, destacou, em Chapecó, o vice-presidente regional da FIESC, Waldemar Schmitz. Segundo ele, a Federação das Indústrias tem feito um trabalho intenso de auxílio às indústrias e à comunidade, em iniciativas como o Programa Travessia, o CoronaDados e o Conecta SC.

“Quando a gente está lá no front, a gente olha para trás e vê que não está sozinho”, disse o diretor de operações do Hospital Marieta, Dan Iuri Cabreira, referindo-se aos apoios que as instituições de saúde recebem da comunidade, como é o caso da doação dos respiradores. “Isso nos dá um alento muito forte. A gente sabe que essa luta não é só nossa. A sociedade está nos ajudando com muita força. Saibam que esse equipamento vai ajudar demais aqui dentro do hospital”, agradeceu. O Hospital Marieta é referência na região para o tratamento da Covid-19 por receber pacientes de toda a região da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí. Segundo Cabreira, o equipamento doado será utilizado em um dos 20 novos leitos que estão sendo habilitados para tratamento da doença.

Segundo o presidente da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira, que administra o HRO, Rogério Getúlio Delatorre, o aparelho recebido será de extrema importância à instituição. “Todas as doações, ações e trabalhos voluntários realizados em prol do hospital sempre vem nos auxiliar na manutenção da qualidade dos serviços hospitalares prestados pela instituição à comunidade de Chapecó e região de abrangência, principalmente neste momento tão delicado vivido pela sociedade e instituições de saúde no enfrentamento da pandemia”, disse.

No final de julho, haviam sido doados respiradores a hospitais das regiões de Rio do Sul, Jaraguá do Sul e Grande Florianópolis, também adquiridos com recursos do Fera, em parceria com as empresas Pamplona Alimentos S.A., Duas Rodas e Softplan, respectivamente.

Rede voluntária coordenada pelo SENAI entrega mais de 2 mil respiradores consertados a hospitais no país

A solidariedade de mais de 700 voluntários de rede coordenada pelo SENAI fez a diferença na vida de milhares de pessoas em todo o Brasil. Desde que a pandemia do novo coronavírus atingiu o país, mais de 2 mil ventiladores pulmonares foram consertados gratuitamente e devolvidos a instituições de saúde em 24 estados e no Distrito Federal. 

Os aparelhos, importantes no tratamento de doentes graves da Covid-19, estavam sem uso e foram restaurados graças à união de 28 instituições e empresas. Desde 30 de março, quando a Iniciativa + Manutenção de Respiradores passou a trabalhar, foram recebidos em todo o país 3.989 respiradores, dos quais 951 estão em manutenção e 173 passam por calibração, última etapa antes da devolução ao serviço de saúde. A maioria dos equipamentos restaurados precisava de novas peças para voltar a operar.

PARCERIA – A iniciativa conta com a participação de unidades do SENAI e dos seguintes parceiros: ArcelorMittal, BMW Group, Estúdios Globo, Fiat Chrysler Automóveis (FCA), Ford, General Motors, Honda, Hyundai Motor Brasil, Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e POLI-USP, Instituto Votorantim, Jaguar Land Rover, Mercedes-Benz do Brasil, Moto Honda, Nidec Global Appliance, Petrobras, Renault, Scania, SLS Hospitalar, Toyota, Troller, Usiminas, Vale, Volkswagen do Brasil, Volvo do Brasil e Whirlpool, com o apoio do Ministério da Saúde, do Ministério da Economia, do Ministério da Defesa, da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e da Associação Brasileira de Engenharia Clínica (ABEClin).

Além do SENAI, investiram mais de R$ 4 milhões em aquisição de peças para viabilizar o reparo dos equipamentos a Petrobras, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a Votorantim e a aliança Todos pela Saúde, que conta com recursos do banco Itaú, entre outros doadores.
 

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

 

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina