Especialistas e estudantes debateram nesta quinta (17), na FIESC, como aportar conhecimento para elevar a competitividade das empresas; evento celebrou os 50 anos do IEL/SC

Confira a cobertura fotográfica completa no Flickr da FIESC.

 



Florianópolis, 17.10.2019 – Formar talentos e transferir tecnologias via startups são vitais para promover a inovação na indústria de acordo com especialistas. O tema norteou encontro realizado com empresas e universidades nesta quinta-feira (17), na FIESC, para celebrar os 50 anos de fundação do IEL/SC. 

Antônio Rogério de Souza, da Fundação Certi, destacou que fomentar competitividade da indústria por meio da inovação é uma obrigação e questão de sobrevivência para as empresas. “Se nós queremos que a indústria faça inovação, temos três pontos de atenção: formar talentos, transferir tecnologias via startups e aumentar a interação entre indústria e laboratórios”, elencou. “O entendimento entre indústria e universidade é complexo. A inovação é feita na indústria e a universidade desenvolve tecnologias para serem aplicadas nas empresas. Não existe inovação sem centros de pesquisa competentes”, complementou Souza.

“Ao longo dos anos, o Instituto Euvaldo Lodi tem se destacado como agente indutor e relevante para o desenvolvimento e o fortalecimento do ecossistema de inovação catarinense”, destacou o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar. “Nossas empresas necessitam captar recursos financeiros para desenvolver seus projetos de inovação e o IEL tem apoiado muitas delas na elaboração de projetos para fontes de fomento”, acrescentou. 

O encontro promoveu debate com a participação de Alexandre Nunes Zucarato e Kauana Palma Silva, da Engie, Nério Amboni, da Udesc, Antônio Rogério de Souza, da Fundação Certi, e Priscilla Barriento Munhoz, da Portobello. A mediação foi feita pelo diretor de inovação da FIESC, José Eduardo Fiates, e pela gerente-executiva do IEL, Eliza Coral. 

O superintendente do IEL lembrou que a entidade tem uma função eclética e deve ser um coadjuvante relevante. “O instituto não deve protagonizar, mas sim o empresário e a indústria. O IEL precisa ser um agente que trabalhe muito forte as questões de ecossistema e liderança”, defendeu Fiates, que falou sobre o papel da FIESC e do IEL para a inovação. 

:: Indústria e universidade
Priscilla, que estagia na Portobello há oito meses, comentou que na indústria é possível entender a diferença entre teoria e prática. “O programa de estágio da empresa consiste em desenvolver um projeto em um ano para a empresa. Quando a gente consegue pegar a bagagem dos estudos e colocar em prática, você percebe a importância daquilo e o peso acadêmico na empresa”, disse. 

Amboni defendeu estágio baseado em situações reais das empresas, como o proposto para a nova fase do IEL. “Temos que realizar o casamento entre academia, FIESC e indústria. O segredo da inovação depende da educação e nós precisamos qualificar. O aluno deve solucionar desafios e auxiliar as empresas a aumentar a competitividade”, frisou. 

:: Sobre o IEL
O IEL/SC é umas das entidades da FIESC, responsável pela articulação entre o setor produtivo, as agências de fomento e as instituições de ensino e pesquisa. Sua missão é contribuir para o aumento da competitividade, promovendo a educação empresarial, a inovação tecnológica, a prática do estágio responsável e o aperfeiçoamento da gestão. Possui rede de atendimento com 10 unidades no Estado.

Atua como facilitador na interação dos estudantes que desejam entrar no mercado de trabalho- alinhando conhecimentos teóricos à prática empresarial - e as empresas na descoberta de novos talentos e futuros profissionais que somam e inovam conhecimento e práticas. A entidade oferece orientação aos estudantes e instituições, além de programas de capacitação.

Inovação e Tecnologia - O IEL proporciona às indústrias a oportunidade de acesso a ferramentas de gestão empresarial. Atua na articulação, elaboração e gerenciamento de projetos para melhoria da competitividade de diversas empresas e na implementação de ferramentas de apoio à gestão da inovação, com o objetivo de promover a geração de ambientes inovadores, fomentando e apoiando as empresas catarinenses.

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
imprensa@fiesc.com.br | 48 3231 4244
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco