Compartilhar:

Palestra de Sammy Obara abre programação especial promovida pela Faculdade e pelo Instituto SENAI de Tecnologia em Logística de Produção

Chapecó, 22.07.2020 - A implementação do Lean Manufacturing, ou Manufatura Enxuta, é simples, mas não é fácil. A afirmação foi feita pelo especialista, professor e consultor Lean Sammy Obara, na primeira masterclass gratuita da Semana do Lean Manufacturing, promovida pela Faculdade SENAI e pelo Instituto SENAI de Tecnologia Logística de Produção. A abertura foi feita pelo diretor de educação do SENAI, Fabrizio Machado Pereira, e pelo presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), Mario Cezar de Aguiar, na noite de terça-feira (21). A programação segue nesta quarta e quinta-feira (22 e 23), com palestras on-line às 19 horas.

Lean Manufacturing é uma filosofia de gestão que busca otimizar processos, aumentar a qualidade e a produtividade. “Para sua implementação, é como plantar uma semente: antes é preciso preparar o solo, plantar e então nutrir essa semente. Essa é a parte difícil”, exemplificou Obara. A metodologia é baseada na eliminação de desperdícios. “No início pode ser difícil percebê-los, ou seja, qualquer atividade que consome recursos sem criar valor para os clientes externos e internos”, comentou o palestrante. Exemplos são fabricar mais do que o cliente precisa no momento, esperar por algo para poder fazer o trabalho, deslocar produtos mais do que o necessário, ter excesso de estoque ou de matéria-prima, ter que andar ou se mover mais que for preciso, ter processos adicionais pelos quais os clientes não pagam, ter que sucatear peças ou reparar erros de produtos, não oferecer sugestões de melhorias e não aproveitar ideias.

Obara apresentou um estudo de Edwards Deming que mostrou que 40% de tudo o que é feito nas empresas é desperdício. “O Lean foi apresentado nos Estados Unidos, mas as indústrias consideraram que não precisavam dele. Então, Deming foi para o Japão, onde começou a implantar a metodologia e as pequenas empresas do país começaram a crescer e a conquistar o mundo, virando símbolos de qualidade”, relatou. A metodologia é utilizada pela Toyota, por exemplo, que atualmente é a empresa mais estudada no mundo, principalmente por seu sistema de produção.

O palestrante apresentou as principais ferramentas para a implementação do Lean e salientou que o recurso mais importante são as pessoas. O maior objetivo da filosofia é desenvolver as pessoas para que sejam capazes de melhorar continuamente em seus processos e entregar produtos e serviços que atendam às necessidades dos clientes com qualidade e menores custos e prazos.

Na jornada Lean, as pessoas precisam ser comprometidas com o sistema, pedir ajuda e ajudar quando necessário, resolver problemas rapidamente, serem multifuncionais, implementarem mudanças rapidamente e serem eliminadoras de desperdícios. “A eliminação de desperdícios é um dos elementos essenciais do Lean, mas não é tudo. Também é preciso saber usar as ferramentas e entender seu propósito, além de saber o que está sendo construído. Todos devem saber o que fazer, quem faz, como, onde e quando fazer. Todos sabem porque fazer e todos fazem”, concluiu Obara.

“Neste período que estamos vivendo, conhecer e aplicar as práticas de Lean se tornou ainda mais importante para os negócios. Seremos mais competitivos depois de acompanhar as palestras”, frisou o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar. “O evento possui um quadro de palestrantes renomados e muito experientes no assunto. A primeira palestra estimulou reflexões sobre a implementação do Lean e as próximas também terão conteúdos excelentes”, destacou o diretor de educação do SENAI, Fabrizio Machado Pereira.

O gerente executivo do SESI/SENAI nas regionais Oeste e Extremo Oeste e de Tecnologia do SENAI/SC, Geferson Luiz dos Santos, acrescentou que a manufatura enxuta pode ser aplicada em empresas de todos os setores para melhorar processos, reduzir custos, proporcionar maior capacidade produtiva, melhorar o ambiente de trabalho e, consequentemente, aumentar a competitividade.

PROGRAMAÇÃO

Nesta terça-feira (22) terá a palestra “Como sustentar melhorias ao longo do tempo na abordagem Lean”, com Carlos Martins. A programação encerra na quinta-feira (23), com Rodrigo Zoppei, que falará sobre “Fatores críticos de sucesso para a Jornada Lean”.

Para participar da Semana do Lean Manufacturing, é necessário fazer a inscrição aqui. As palestras são gratuitas.


Com informações da MB Comunicação

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias de Santa Catarina

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco