Vídeos e conteúdos em áudio e texto tratam da geração de jovens que não estudam e nem trabalham em Santa Catarina; material pode ser conferido no site da Federação e nas redes sociais

Florianópolis, 21.10.2019 – A FIESC lança neste mês conteúdos multimídia sobre o mercado de trabalho em Santa Catarina e o que os jovens esperam de um emprego. As produções envolvem boletim de rádio e texto e quatro vídeos sobre a geração nem nem, de jovens que não trabalham nem estudam.

::: Confira todo o conteúdo na página especial "Geração Nem Nem", no site da Federação. 

Pesquisa recente da Federação demonstra que Santa Catarina tem 1,6 milhão de jovens com idade entre 15 a 29 anos. Desse total, 229 mil nem trabalham e nem estudam, ou seja, 14% deles são jovens “nem nem”. O número total de jovens que não trabalham é de 582 mil (36%), mostram os dados que revelam o perfil do jovem catarinense. As informações são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), do IBGE, e foram analisadas pelo Observatório da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC).

Nos  vídeos, as economistas do Observatório FIESC Carolina Custodio e Edilene Cavalcanti e o coordenador técnico do SENAI/SC Rodrigo Loureiro Queiroz explicam os resultados da pesquisa e comentam tendências do mercado de trabalho. Nos materiais de áudio e texto, o diretor regional do SENAI/SC, Fabrizio Machado Pereira, comenta que o caminho para reduzir essa estatística passa pela educação. Pereira lembra que em Santa Catarina, SENAI e SESI atuam fortemente para reduzir o número de jovens que não estudam nem trabalham: 63% dos estudantes do SENAI e 46% dos alunos do SESI têm entre 15 e 29 anos. Confira na íntegra.

::: Acompanhe os conteúdos também pelo Facebook, LinkedIn e Twitter da Federação. 

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco