Pular para o conteúdo principal

Quer receber nosso conteúdo exclusivo? Inscreva-se!

FIESC estima liberação do contorno ao tráfego para julho

Avaliação técnica aponta que, se mantido o atual ritmo das obras, será possível manter o prazo estimado pelo estudo anterior da entidade.

Leia a análise completa aqui.

Confira o vídeo de Ricardo Saporiti aqui

O presidente da FIESC fala sobre a possível liberação do tráfego aqui

Florianópolis, 16.02.2024 - Uma análise realizada pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) na primeira quinzena de fevereiro aponta que será possível liberar o tráfego pelo Contorno Viário de Florianópolis em julho de 2024. 

A conclusão baseou-se em visitas e imagens que fazem parte da análise realizada pelo engenheiro Ricardo Saporiti, que acompanha a evolução do projeto, e vai ao encontro de estudo anterior da entidade, que já apontava a possível conclusão das obras no fim do 1° semestre de 2024.

Segundo Saporiti, “o ritmo de evolução das obras e serviços, no período compreendido entre a última vistoria (junho/23) e a realizada em fevereiro de 2024 permite estimar - mantido o ritmo dos trabalhos – a liberação da via em julho deste ano.”

Para o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, o levantamento da entidade traz boas perspectivas para a conclusão desta obra estratégica para SC e o país. “Importante agora é cuidar das áreas lindeiras e faixas de domínio para que o contorno não se transforme em uma via urbana, comprometendo a segurança e a fluidez do corredor logístico litorâneo”. 

O engenheiro responsável pela análise também destacou a urgência em estabelecer um Plano Diretor para o entorno da obra, de maneira a regulamentar o desenvolvimento das áreas lindeiras à faixa de domínio. A discussão deve passar pelos Poderes Executivos e Legislativos dos municípios de Palhoça, São José, Biguaçu e Governador Celso Ramos.

Histórico da obra

O contorno viário tem uma extensão de aproximadamente 50 quilômetros. Pelo contrato de concessão, firmado em 14 de fevereiro de 2008, essa obra deveria estar em utilização a partir do quinto ano de Concessão (2012), mas só foi iniciada em maio de 2014. O prazo contratual final (fevereiro de 2012) foi sendo sucessivamente prorrogado para: fevereiro de 2015; fevereiro de 2017; fevereiro de 2019; dezembro de 2020, dezembro de 2023 e, finalmente, julho de 2024.

 

Notícias relacionadas

Indústria News

Inscreva-se e receba diariamente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina.
Confira edições anteriores.