Infraestrutura, energia elétrica e abastecimento de água estiveram entre os principais assuntos abordados em reunião nesta quarta-feira (30), em Chapecó

Florianópolis, 30.6.2021 - Melhorias na infraestrutura, incluindo investimentos em rodovias e ferrovias, na energia elétrica e no abastecimento de água no oeste. Esses foram os principais temas discutidos por dirigentes da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) e da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), em reunião nesta quarta-feira (30), em Chapecó. Também foi reforçada a parceria entre as entidades para atuar na busca de soluções para os gargalos existentes na região.

Participaram os presidentes da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, da ACIC, Nelson Eiji Akimoto, e do Centro Empresarial de Chapecó (CEC), Cidnei Barozzi, além do vice-presidente da FIESC para o Oeste, Waldemar Antônio Schmitz, o superintendente do IEL/SC e diretor de inovação e competitividade da FIESC, José Eduardo Azevedo Fiates, e diretor regional do SENAI/SC e diretor de educação e tecnologia da Federação, Fabrizio Machado Pereira, e demais diretores da ACI.

Aguiar ressaltou que as parcerias são fundamentais e que Santa Catarina é referência no Brasil, mas possui deficiências. “Nós, como entidades, temos um papel importante de auxiliar o Governo a resolver os gargalos existentes”, sublinhou, ao citar o Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (Cofem), que representa todos os setores da economia catarinense e atua em diversas frentes na busca de melhorias para o Estado.

De acordo com o presidente da FIESC, o Estado necessita de um plano de logística integrado. “É preciso trabalhar com uma visão da macrologística, aliando onde é necessário duplicar rodovias e construir ferrovias, pensando num modal ferroviário integrado à malha nacional que facilite o escoamento da produção. Santa Catarina movimenta 20% dos containers do Brasil, possui cinco portos e merece um sistema logístico eficiente”, salientou. A FIESC defende o fortalecimento do corredor logístico estratégico, que envolve as BRs 163, 282 e 470, com a incorporação de segmentos estaduais, além de um complexo ferroviário.

Akimoto reforçou a importância de investimentos na BR-282, citando a necessidade, em um primeiro momento, de sua duplicação no trecho de Chapecó a Irani. “O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciou investimentos para a região. Mas, além de cobrá-los, precisamos instituir uma agenda positiva, em um trabalho conjunto de todas as entidades, de monitoramento, tanto da obra na BR-282 quanto de outras. No ano que vem teremos eleições e se não acompanharmos pode cair no esquecimento”, especificou.

O presidente da ACIC também falou sobre a atuação de entidades locais na busca de melhorias no abastecimento de água e do sistema elétrico. “Convidamos a FIESC a se engajar também nessas demandas. São temas importantes para a competitividade das empresas. Com as entidades atuando conjuntamente e em sinergia com o poder público, conseguiremos avançar”, frisou Akimoto.

Road show do Programa Travessia em Pinhalzinho

Nesta quinta-feira (01), às 8h30min, em Pinhalzinho, a FIESC realiza o primeiro encontro road show do Programa Travessia. O objetivo é apresentar os próximos passos do programa, que tem como tema mobilizar, reinventar e transformar a indústria catarinense, melhorando a vida das pessoas. (saiba mais)

Serviço
O que: Road Show do Programa Travessia
Quando: quinta-feira (1), às 8h30
Onde: Pinhalzinho – Auditório Hotel Pressi, AV. Belém 757 – Centro, com transmissão virtual pelo Zoom.

Com Informações da MB Comunicação

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC)

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina