Presidente Mario Aguiar participou da reunião virtual da Comissão de Saúde da Alesc e mostrou a mobilização da entidade no conserto de respiradores que estavam fora de uso e na compra e doação de câmaras para vacinas, oxímetros e medicamentos e ventiladores pulmonares

Florianópolis, 30.3.2021 - As principais ações da FIESC no enfrentamento à crise sanitária foram apresentadas pelo presidente da entidade, Mario Cezar de Aguiar, em reunião virtual da comissão de saúde da Assembleia Legislativa (ALESC). “Desde o início, nos envolvemos diretamente no auxílio à população e ao governo de Santa Catarina no combate à pandemia”, disse, ressaltando que uma das ações foi o conserto de cerca de 80 respiradores que estavam fora de operação. Uma força-tarefa montada no SENAI em Joinville, em parceria com indústrias, permitiu a recuperação dos equipamentos, que foram devolvidos à rede hospitalar. O encontro on-line foi realizado nesta terça-feira, dia 30, e conduzido pelo deputado Neodi Saretta, presidente da comissão. 

Aguiar também abordou as doações ao governo catarinense e à sociedade, feitas com recursos captados pelo Fundo Empresarial, o FERA-SC, mobilizado pela FIESC. Entre elas, destacam-se: 9 mil testes de covid-19; 8 mil máscaras modelo face shield; medicamentos para intubação de pacientes,; ventiladores pulmonares; oxímetros e câmaras frias para armazenagem de vacinas. Além disso, o SESI-SC criou a plataforma on-line CoronaDados, que monitora as condições de saúde de 120 mil pessoas. “São ações efetivas e contundentes no auxílio ao governo e à população para passarmos esse momento crítico. Estamos à disposição com a nossa estrutura para auxiliar também na vacinação”, afirmou Aguiar, informando que, na semana passada, se iniciou a aplicação em trabalhadores da indústria de mais de 300 mil doses da vacina contra o vírus H1N1. “Nossa estrutura do SESI, que está presente em todo o estado, pode ajudar o governo catarinense na aplicação da vacina contra a Covid”, completou. 

Em relação às vacinas contra a Covid, o secretário da Saúde, André Motta Ribeiro, que também participou do encontro, disse que o Ministério da Saúde tem um calendário robusto dentro do Programa Nacional de Imunização e já distribuiu mais de 1 milhão de doses para Santa Catarina. Em 10 dias, o estado vacinou mais 300 mil pessoas. “Já estamos num volume interessante de aplicação de doses por dia, mas precisamos acelerar e chegar a 45 mil ou 50 mil doses diariamente. Tenho certeza que temos condições de chegar a isso”, declarou. Nesta segunda-feira, dia 29, dados divulgados pela Secretaria mostram que o estado soma um total de 700.611 (D1 + D2) doses aplicadas, sendo que 562.030 correspondem à dose 1 (D1) e 138.581 à dose 2 (D2). 

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina