Presidente Mario de Aguiar recebeu o secretário de Desenvolvimento Econômico, Celso Albuquerque, e a secretária de Assuntos Internacionais, Daniella Abreu, nesta terça-feira, dia 12, em Florianópolis

Florianópolis, 12.1.2021 - O programa Travessia, investimentos para Santa Catarina, especialmente em infraestrutura, e o incentivo às florestas plantadas foram alguns do temas debatidos em reunião entre o presidente da Federação das Indústrias (FIESC), Mario Cezar de Aguiar, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Celso Albuquerque, e a secretária de Assuntos Internacionais, Daniella de Abreu. O encontro foi realizado nesta terça-feira, dia 12, na FIESC, em Florianópolis. 

Aguiar destacou a importância de trabalhar em conjunto, principalmente no âmbito do Travessia, para fazer com que a indústria aumente a participação na produção de riquezas no estado. “Somos o estado com a indústria mais diversificada e temos um povo empreendedor e uma cultura industrial forte. Precisamos aproveitar isso para crescer. E contamos muito com o apoio das secretarias para isso. Temos uma série de questões que devemos trabalhar juntos e a FIESC é sempre parceira. Nosso interesse é desenvolver nossa indústria e o estado”, afirmou. 

O programa Travessia é uma proposta da FIESC, que tem o apoio do governo catarinense e de outras instituições, para enfrentar a crise pós-coronavírus. A iniciativa atua em quatro frentes: reinvenção da indústria e da economia, investimento em infraestrutura, atração de capital e pacto institucional.

Aguiar informou ainda que nesta quarta-feira, dia 13, terá audiência em Brasília, no Ministério da Infraestrutura, para defender investimentos em ferrovias para o estado. Ele entregou para o secretário duas publicações que mostram as demandas catarinenses na área e o livro que conta os 70 anos de fundação da FIESC.
 

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina