Presidente da entidade defendeu uma solução conciliatória para a questão indígena no Morro dos Cavalos e a elaboração de um projeto logístico intermodal. Reunião foi realizada nesta quinta-feira (10), em Florianópolis

Florianópolis, 10.10.2019 – O presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, debateu com a vice-governadora, Daniela Cristina Reinehr, a proposta da entidade para o modal ferroviário do estado. No encontro, realizado nesta quinta-feira (10), em Florianópolis, com a participação de executivos da entidade, ele informou que esteve no Ministério da Justiça, ontem, buscando uma solução conciliatória para a questão indígena no Morro dos Cavalos, que hoje impede a conclusão total do trecho sul da BR-101 e do projeto da Ferrovia Litorânea

“O principal agora é resolver a questão indígena porque isso define onde vai passar o traçado. E o traçado influencia o custo da obra. Na sequência defendemos a elaboração de um plano logístico intermodal. Dessa forma, teremos um banco que mostre a viabilidade dos projetos, com embasamento técnico para quem quer investir”, disse Aguiar.

A vice-governadora destacou que a questão logística é uma grande preocupação. “Nosso estado é diferenciado e ficamos de fora do plano de logística nacional. Não termos uma logística eficiente traz muitos riscos”, disse, ressaltando que ela tem conversado com o governo federal para buscar uma solução.

Ainda no encontro, o secretário-executivo da Câmara de Assuntos de Transporte e Logística da FIESC, Egídio Martorano, apresentou detalhes da proposta da Federação para melhorar a infraestrutura e a logística catarinense.

 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco