422 estudantes foram reconhecidos pelo bom desempenho na Olimpíada Canguru de Matemática, sendo 17 medalhistas de ouro, 47 de prata e 93 de bronze, além de 265 medalhas de honra ao mérito; participação da rede escolar do SESI e do SENAI foi a maior das últimas edições, com 3,8 mil alunos respondendo às provas


Florianópolis, 18.7.2022 - Com ensino focado na metodologia STEAM (ciências, tecnologia, engenharia, artes e matemática), a Escola S, rede de educação básica do SESI e do SENAI, teve 422 alunos premiados na Olimpíada Canguru de Matemática. A competição é realizada em diversos países com o objetivo de ampliar e incentivar o desenvolvimento dos conhecimentos matemáticos.

Essa foi a maior participação da Escola S em edições da Olimpíada, com mais de 3,8 mil alunos respondendo às provas. Além do incremento no número de participantes, a rede ampliou o número de medalhas de ouro, com destaque para Rio do Sul, que teve seis medalhistas, seguida de Criciúma e Brusque, ambas com três. Jovens e adultos de todo o estado atendidos pela Escola S também participaram das provas e garantiram 13 premiações.

“Ciências, engenharia e tecnologia são áreas do conhecimento que exigem profissionais atualizados e capazes de solucionar problemas com agilidade. Por isso, o ensino da matemática em todos os níveis recebe atenção especial dos docentes em nossa rede, contribuindo para uma formação cada vez mais conectada com o futuro”, explica o diretor de educação e tecnologia da FIESC, Fabrizio Machado Pereira. 

Medalhas também em competição de astronomia

Os estudantes da Escola S também se destacaram na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e na Mostra Brasileira de Foguetes. Foram 46 medalhas no total, 17 a mais do que a edição passada, com destaque para as escolas de Criciúma (14 medalhas), São Bento do Sul (11 medalhas) e Concórdia (10 medalhas). Quatro escolas vão participar da mostra de foguetes no Rio de Janeiro: Brusque, Criciúma, Concórdia e Tubarão.

🎒 Uma escola, muitas escolhas 

Entre os diferenciais da Escola S estão os espaços STEAM, com equipamentos e infraestrutura completa para o desenvolvimento de projetos “mão na massa” que estimulam a criatividade; o incentivo à adoção de hábitos saudáveis, com o despertar da consciência para os cuidados com a saúde e com o meio ambiente; os torneios de robótica, parceria com a FIRST e F1 in Schools para o desenvolvimento de projetos inovadores para a resolução de problemas cotidianos; programa bilíngue no ensino médio, com imersão para aprendizado de uma segunda língua; suporte ao ENEM, por meio de atividades realizadas em carga horária extra e oficinas gratuitas; parcerias internacionais, que facilitam o ingresso de alunos formados na Escola S; entre outras. 

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina - FIESC

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina