São dez escolas em todo o país; uma das estruturas funcionará em Jaraguá do Sul que receberá equipamentos e capacitará profissionais

Florianópolis, 01º.10.2019 – Jaraguá do Sul receberá em 2020 um centro de treinamento em energia fotovoltaica que preparará profissionais para atuarem nesse mercado. A escola é uma das dez selecionadas pelo projeto Sistemas de Energia do Futuro, uma cooperação técnica entre o SENAI, os governos do Brasil e da Alemanha, a Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ), e os órgãos brasileiros Ministério Minas e Energia e a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação. 

As unidades escolhidas pela chamada, vão participar de um ciclo de preparação de Centros de Treinamento e qualificação de docentes ao longo de 24 meses, além de receber equipamentos básicos para o ensino. “Estamos presenciando mudanças significativas nesse setor com o aumento das energias renováveis na matriz energética, o crescimento da geração distribuída e a modernização das tecnologias e digitalização dos processos. Isso tem exigido profissionais com novas habilidades e, portanto, novas formações”, explica o diretor-regional do SENAI/SC, Fabrizio Machado Pereira, que participa de visita técnica à Alemanha até o dia 5 de outubro. A missão visa aprofundar conhecimentos em novos desenvolvimentos tecnológicos na área energética e os reflexos na educação profissional e superior na Alemanha.  

Atualmente, o SENAI oferece 24 cursos na área de energias renováveis, sendo 14 deles voltados à energia solar (fotovoltaica e solar térmica). Agora, essa oferta vai chegar a estados que ainda não contavam com os cursos, como Santa Catarina, Amapá, Amazonas, Mato Grosso e Piauí.

:: Saiba mais 
O projeto Sistemas de Energia do Futuro tem como principal objetivo acompanhar a demanda crescente por profissionais qualificados em energia solar fotovoltaica. De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), somente neste ano, a geração distribuída solar fotovoltaica duplicou de tamanho, chegando a 100 mil sistemas instalados até junho. 

Segundo o cronograma da chamada, as atividades vão começar em outubro de 2019. Em cada uma das escolas, dois professores indicados vão participar de treinamento de 120 horas sobre instalação, dimensionamento e monitoramento de sistemas solares fotovoltaicos, entre outros temas relacionados. Além das localidades já citadas, os estados do RS, MA, PE, RJ e MG também foram selecionados e farão parte do treinamento. Os centros de treinamento vão contar com a estrutura básica para os cursos de instalador de sistemas fotovoltaicos, oferecidos por nove empresas que compõem a Absolar.    

:: Mercado de Energias Renováveis    
A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) projeta um aumento nas instalações de geração distribuída para 1,35 milhões em 2027, com um total de 12 GW instalado. Segundo a ABSOLAR, a necessidade de profissionais por MW para a fonte solar fotovoltaica é avaliada entre 25 a 30 vagas. Com isso, a Absolar projeta a criação de 672 mil empregos acumulados até 2035 no Brasil. Para atender a esse cenário, a iniciativa do SENAI conta com o apoio do setor privado, oferecendo um ensino prático próximo à realidade dos futuros profissionais.     

   

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
imprensa@fiesc.com.br | 48 3231 4244
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco