Durante quatro semanas, uma centena de adolescentes vão participar de uma imersão em gestão de projetos e inovação, denominada Innovation Camp

Florianópolis, 5.10.2021 - Estudantes do ensino fundamental ligados aos cursos de robótica do SESI/SC, entidade da FIESC, iniciaram nesta segunda (4) uma imersão em gestão de projetos e inovação, denominada Innovation Camp, para buscar soluções para a BR 101. Os adolescentes vão trabalhar em equipes, identificando soluções para os problemas de segurança e de eficiência na rodovia. A ação conta com o apoio da Junior Achievement. O evento de abertura, realizado por videoconferência, contou com palestra do secretário executivo da Câmara de Transporte e Logística da FIESC, Egídio Antônio Martorano, que falou sobre as campanhas SC não pode parar – desenvolvida em parceria com o Grupo ND e que tem o objetivo de garantir melhorias nas estradas federais no estado – e de humanização das rodovias catarinenses – que objetiva reduzir os acidentes e mortes nas estradas. No total, o concurso conta com a participação de uma centena de adolescentes, em equipes compostas por até seis integrantes.

“A proposta desse evento de abertura, com a apresentação da BR 101, é apresentar dados e informações que possam servir de subsídios para uma eventual linha de pesquisa e solução para problemas relacionados com a rodovia; é gerar insights para que os alunos possam focar no tema”, afirmou o especialista em educação do SESI e SENAI, Ricardo Bagatoli, que atua na área de robótica e contraturno. Nas próximas quatro semanas, os estudantes vão se debruçar sobre os problemas e buscar soluções.

Campanha

A campanha “SC não pode parar” tem o apoio das federações estaduais da Agricultura e Pecuária (FAESC) e das Empresas de Transporte de Carga e Logística (Fetrancesc), Portonave, Porto de Itapoá, Multilog, Aurora Coop, Pamplona Alimentos e Manoel Marchetti e está aberta à participação de outras empresas e organizações catarinenses para amplificar a repercussão da iniciativa.

Robótica

Além de atender estudantes de outras escolas por meio das oficinas de contraturno, o ensino da robótica integra o currículo na Escola S e tem contribuído para despertar nos estudantes o interesse por carreiras mais tecnológicas e engenharias. Na rede da Escola S, a prospecção de carreira é estimulada desde a educação básica. O estudante tem acesso a uma série de ferramentas e conteúdos multidisciplinares que auxiliam no desenvolvimento profissional com foco em áreas como a matemática, a ciência, a tecnologia e as engenharias.

 

Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina - FIESC
Gerência Executiva de Comunicação Institucional e Relações Públicas - GECOR

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina