Representante da empresa vai participar da reunião virtual do Comdefesa, marcada para sexta-feira, às 14h

Florianópolis, 5.4.2021 - O gerente de suprimentos do Consórcio Águas Azuis, Tiago Leão, vai apresentar à indústria catarinense as demandas de tecnologia para a construção das fragatas classe tamandaré, em Itajaí. O consórcio foi selecionado pela Marinha do Brasil para construir os navios, orçados em cerca de R$ 9 bilhões.  Ele participa de reunião virtual do Comitê da Indústria de Defesa da FIESC (Comdefesa), nesta sexta-feira, dia 9, às 14h.

Clique aqui para fazer a inscrição e receber o link da transmissão

Conforme informações da Marinha, o objetivo é alcançar índices de conteúdo local para os navios da ordem de 40%, com metodologia de controle desenvolvida pelo BNDES. A construção das embarcações será gerenciada Emgepron (Empresa Gerencial de Projetos Navais) e executada pela Sociedade de Propósito Específico Águas Azuis, composta pelas empresas: Thyssenkrupp Marine Systems, Embraer Defesa & Segurança e Atech.

As fragatas da classe “tamandaré” são navios usados em escoltas e destinados à proteção do tráfego marítimo. As embarcações podem realizar missões de defesa do litoral brasileiro. Além disso, serão empregados na patrulha das águas jurisdicionais brasileiras, com ênfase na fiscalização e proteção das atividades econômicas, principalmente a petrolífera e a pesqueira. 

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina