Grupo sul-coreano PCN apresentou as soluções que podem auxiliar companhias catarinenses, principalmente as que exportam. Encontro foi realizado nesta segunda-feira (26), na FIESC, em Florianópolis

Florianópolis, 26.8.2019 – A Câmara de Tecnologia e Inovação da FIESC debateu a certificação de produtos da indústria em geral e para empresas do segmento de TI, especialmente aquelas que exportam e precisam cumprir determinadas normas internacionais. O encontro, realizado nesta segunda-feira (26), em Florianópolis, com a participação do diretor-geral do grupo sul-coreano PCN, Benedict Son. O grupo atua com certificação em praticamente todos os mercados do mundo, inclusive no Brasil, com escritório em Porto Alegre.

O presidente da Câmara, Alexandre d´Avila da Cunha, ressaltou que as empresas do segmento de TI que participaram do Programa de Desenvolvimento Industrial Catarinense (PDIC) apontaram a certificação de produtos como um dos principais obstáculos para atuar no mercado externo. “É uma das principais barreiras não-tarifárias que enfrentamos para exportar”, disse.

O diretor técnico da PCN do Brasil, Diego Moura, destacou que as certificações são importantes porque dizem respeito à segurança do usuário e do produto. Ele lembrou que a partir da formalização do acordo Mercosul-União Europeia as certificações ganham mais relevância.

 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco