Presidente da FIESC participou de encontro do Tribunal de Contas nesta quinta-feira (14)

Florianópolis, 14.5.2015 – O presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), Glauco José Côrte, apresentou nesta quinta-feira (14), no Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC), ações promovidas por meio do Movimento A Indústria pela Educação. A palestra integra evento promovido pelo TCE para discutir temas alinhados ao desenvolvimento econômico e social como governança, sustentabilidade e educação. O objetivo é sensibilizar sobre a importância dos assuntos para o controle externo e a administração pública. Além de Côrte, participou também o secretário de Estado da Fazenda, Antonio Gavazzoni.

Côrte ressaltou a importância da educação para o desenvolvimento econômico e social do País. “Se não tivermos trabalhadores qualificados teremos um crescimento que não se sustenta”, afirmou. “No fundo tudo passa pela educação. É pela educação que vamos transformar o mundo, esse é o legado que queremos deixar”, acrescentou Côrte.

Em sua apresentação, o presidente da FIESC abordou os principais indicadores educacionais do Brasil e de Santa Catarina, que possui um dos melhores desempenhos em educação no País. Falou ainda sobre o Movimento A Indústria pela Educação, que mobiliza o setor a investir na qualificação dos trabalhadores. A iniciativa entra numa nova fase e pretende estimular os jovens a serem protagonistas no processo de melhoria da educação. 

Uma das ações é o projeto Conexão Jovem, que reúne 32 estudantes de todo o Estado. Jovens que são destaques em suas comunidades escolares foram convidados a integrar o projeto que visa estimulá-los para uma atuação mais colaborativa com a escola e o mundo do trabalho, além de despertar o interesse pela aprendizagem contínua.

A FIESC mantém ainda os desafios de ter todos os trabalhadores com escolaridade básica completa até 2024 e manter todos com educação profissional compatível com sua função. Entre as bandeiras defendidas pelo Movimento para alcançar estes objetivos estão a participação ativa da indústria para a melhoria do nível de escolaridade dos seus trabalhadores e o fortalecimento das profissões industriais. Em relação à articulação e influência social, destacam-se a melhoria da qualidade da educação oferecida, a promoção da educação em tempo integral e o desenvolvimento profissional de docentes e gestores.  

Outras iniciativas que se destacam são a realização de 16 workshops, em parceria com a ABRH-SC, para profissionais de recursos humanos de empresas, e a constituição do Observatório de Educação, com o apoio de parceiros como o Todos pela Educação e o Instituto Ayrton Senna. A Federação também implanta 16 Câmaras Regionais do Movimento, vinculadas às vice-presidências da FIESC, com a participação dos gestores da educação. O objetivo é articular e mobilizar discussões sobre as carências de cada região, além de propor soluções. A articulação entre indústria, poder público e a iniciativa privada para ações conjuntas também será estimulada. 

Participaram do evento do TCE/SC integrantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, do Ministério Público Estadual e do Ministério Público junto ao Tribunal, além de conselheiros, auditores-substitutos, servidores do TCE/SC e diretores da Federação Catarinense dos Municípios.



Elida Hack Ruivo
Assessoria de Imprensa FIESC
(48) 3231 4244 - (48) 9176 2505
elida.ruivo@fiesc.com.br

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco