Delegação, liderada pelo presidente Mario Aguiar, encerra missão internacional, com avanços na construção de parcerias com a Universidade de Bolonha e a BI-REX

Florianópolis, 10.6.2022 – Em missão empresarial à Itália, a Federação das Indústrias (FIESC) avança na construção de parcerias com a Universidade de Bolonha e com entidades ligadas ao ecossistema de inovação e design da Emília-Romanha, no norte do país europeu. O grupo, liderado pelo presidente da Federação, Mario Cezar de Aguiar, reuniu-se nesta semana com representantes de instituições de educação, tecnologia e inovação, além de empresas de segmentos como o metalúrgico, móveis e construção.

Aguiar destaca que a construção da parceria com a Universidade de Bolonha terá foco em tecnologia da informação e áreas ligadas aos polos industriais de Santa Catarina. A FIESC também estuda firmar cooperação com a BI-REX, instituição que atua em indústria 4.0 e digitalização do setor. “São áreas relevantes para nossa indústria. No caso da BI-REX, há similaridade com a nossa rede de institutos de inovação e tecnologia. Então há muitas perspectivas de avanços”, afirma, lembrando que internacionalização da indústria catarinense é um dos pilares da gestão da FIESC porque induz o desenvolvimento do setor. “A Emília-Romanha é um polo industrial com diversidade produtiva, assim como Santa Catarina”, observa.

Outras áreas em que a Federação buscou aproximação foram os setores de metalurgia, madeira, construção e design industrial. Neste último, a ideia é construir um programa no âmbito da Escola de Negócios da FIESC para o desenvolvimento de executivos e de lideranças. No segmento de metalurgia, a comitiva visitou a Rubiera Special Steel, onde conferiu tendências de segmentação internacional para o setor. Na área de madeira e construção, o grupo conheceu a Habitech, que atua com construções sustentáveis.

A Federação também realizou evento em que apresentou o potencial para ampliar os negócios entre Santa Catarina e a Itália. A iniciativa ocorreu na sede da Confindustria, entidade congênere à FIESC. A programação incluiu ainda reuniões na ART-ER, instituição focada em atração de investimentos, inovação, pesquisa e desenvolvimento, no Make-In-Bo Fab Lab, laboratório que integra uma rede global do Massachusetts Institute of Technology (MIT), além de participação na Feira MECSPE, voltada à manufatura aditiva. 

Além de Aguiar, participaram da missão o vice-presidente regional, Waldemar Antônio Schmitz; o diretor regional do SENAI, Fabrizio Machado Pereira; o diretor de inovação e competitividade da FIESC, José Eduardo Azevedo Fiates; o sócio da Alcaplas, Alceu Lorenzon, além do diretor-executivo da Electro Aço Altona, Eduardo Vetter, e do diretor industrial da empresa, Danilo Antônio Correia.
 

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina