Compartilhar:

A maior parte dos aparelhos foi devolvida à rede pública estadual, mas também foram atendidos hospitais privados ou comunitários das cidades catarinenses de Joinville, Florianópolis, Santa Cecília, Camboriú, Salto Veloso, Imbuia, Curitibanos, Tangará, Nova Veneza, Canoinhas, além de  Palmas, capital do estado de Tocantins

Florianópolis, 01.6.2020 - O Instituto SENAI de Inovação em Sistemas de Manufatura e Processamento a Laser, localizado em Joinville, já consertou e restituiu à rede de saúde 55 ventiladores pulmonares artificiais. A maior parte dos aparelhos foi devolvida à rede pública estadual, mas também foram atendidos hospitais privados ou comunitários das cidades catarinenses de Joinville, Florianópolis, Santa Cecília, Camboriú, Salto Veloso, Imbuia, Curitibanos, Tangará, Nova Veneza, Canoinhas, além de  Palmas, capital do estado de Tocantins. 

No total, a entidade recebeu 89 equipamentos que estavam danificados. Além dos que já foram devolvidos, 20 estão aguardando peças, três estão em processo de manutenção e 11 foram descartados.

Os respiradores são considerados de extrema importância nos casos graves da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus e que afeta o sistema respiratório. A estimativa é de que cada respirador possa salvar de 10 a 20 pessoas. A operação de consertos de aparelhos fora de uso por estarem danificados é realizada pelo SENAI em todo o Brasil e em Joinville conta com parceria com GM, BMW, Whirlpool, Nidec Global Appliance (detentora da marca Embraco) e SLS Hospitalar.

Os equipamentos devolvidos são transportados em articulação do Comdefesa da FIESC em parceria com a Defesa Civil e Aeroclube de Santa Catarina. O SENAI/SC é uma entidade da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC).

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco