Desafio estimula a criatividade em robótica, ciências, matemática e língua estrangeira; alunos da rede de educação básica do SESI e do SENAI venceram na categoria que exige conhecimentos em engenharia


Florianópolis, 8.7.2022 - Alunos da Escola S de Brusque, rede de educação básica do SESI e do SENAI, se destacaram ao representar Santa Catarina na Olimpíada Brasileira do Saber. Eles venceram na categoria Diário do Barco ao criar um documento que detalha a réplica em miniatura de uma embarcação, repetindo o desempenho do ano passado. A competição nacional avalia os conhecimentos dos estudantes em robótica, ciências, matemática e língua estrangeira. As provas presenciais da terceira fase ocorreram em São Paulo de 4 a 7 de julho e reuniram 20 equipes de todo o país.

Além do primeiro lugar do diário do barco, a equipe formada por alunos do ensino fundamental e médio ficou com o segundo lugar no desempenho do barco e terceiro no debate em inglês. “Eu participei de um debate sobre sustentabilidade e agronegócio, que não é um tema que a gente vê todo dia e é muito difícil de estudar sozinho, pois tem vários caminhos a seguir, mas eu me preparei com a ajuda de todos e consegui a medalha para a nossa escola”, contou a estudante Ana Laura Conde, de 17 anos. Ana Lara Day, Érica da Silva, Gabriel Montagnoli Baron e Vinícius Rackow Bremen também integraram a equipe.

Segundo o orientador pedagógico e líder da equipe, Roger Luis Mota, os estudantes mostraram o conhecimento adquirido na Escola S. “Essa foi a nossa segunda participação na olimpíada e foi muito desafiadora. Toda a equipe trabalhou junto e conseguimos esses excelentes resultados, isso demonstra o quanto preparamos bem os nossos alunos”, frisa o orientador. 
Ao todo 15 alunos do ensino fundamental e ensino médio da Escola S de Brusque passaram pelas fases classificatórias, com medalhas de ouro, prata e bronze. 

Sobre a Olimpíada do Saber 
Criada em 2014, a competição é dividida em fases, sendo que a primeira, realizada em abril, é eliminatória e a segunda, realizada em junho, é classificatória. Nesse período os alunos passam por uma prova objetiva individual, aplicada na escola do participante. Já na terceira fase, participa uma equipe por escola e são realizadas diversas provas, como desafio aquático, gincanas, competições de robôs, quizzes e debates.
 

Com informações da agência Midia Press. 


Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina - FIESC