Compartilhar:

O resultado no período é o maior desde o início da série histórica, iniciada em 2002, mostram os dados do Caged, divulgados pela FIESC

Assista à analise feita pelo economista do Observatório FIESC, Henrique Reichert



Florianópolis, 26.3.2019 – Nos dois primeiros meses de 2019, a indústria de transformação de Santa Catarina criou 24,5 mil vagas de emprego, mostram dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC). O desempenho no período é o maior desde o início da série histórica, iniciada em 2002. Entre os segmentos que puxaram o resultado estão o têxtil e o vestuário (7.946 vagas), produtos alimentícios (2.945 vagas) e madeira e mobiliário (2.349 vagas). No comparativo com os meses de fevereiro dos sete anos anteriores (2012-2018), percebe-se que fevereiro de 2019 teve desempenho inferior aos dois últimos anos, mas foi favorecido pelo desempenho de janeiro deste ano, o que fez que com que a atual conjuntura tenha o maior resultado para um bimestre de toda a série histórica. Clique aqui e veja os dados completos

Inscreva-se e receba semanalmente por e-mail as atualizações da indústria de Santa Catarina