Este foi o terceiro projeto de indústria catarinense aprovado em 2019 pelo Edital de Inovação para a Indústria e será desenvolvido no Instituto SENAI de Tecnologia em Logística de Produção, de Itajaí


Florianópolis, 15.4.2019 – Um sachê que reduz o mau cheiro causado pelo suor em calçados e roupas é um dos projetos da indústria catarinense aprovados pelo Edital de Inovação para a Indústria, iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), do Serviço Social da Indústria (SESI) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) nacionais e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE). A empresa Bodout, de Florianópolis, aprimorou o processo de retirada de umidade e agora, com a ajuda do Instituto SENAI de Tecnologia em Logística de Produção (de Itajaí) busca uma inovação incremental, de maneira, por exemplo, a ampliar sua durabilidade e aplicar outras propriedades, o que será feito com apoio do Edital. Em fevereiro, tinham sido aprovados outros dois projetos, na área de saúde e segurança do trabalho.

“Estamos vivendo um momento de bastante transformação tecnológica e as indústrias precisam investir parte da sua receita para aprimorar os seus negócios, ter mais efetividade e, principalmente, identificar novas oportunidades de mercado”, diz o executivo da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) na área de inovação, Maurício Cappra Pauletti. Ele destaca que, em linha com sua missão de promover a competitividade da indústria, a FIESC e suas entidades SESI, SENAI e IEL apoiam a inovação.
 
O projeto “Bodout Mais Esporte menos Cheiro” foi aprovado na categoria Inovação Tecnológica para Micro e Pequenas Empresas, MEI e Startups de Base Tecnológica. Além de aumentar sua durabilidade, o trabalho do Instituto SENAI de Tecnologia em Logística de Produção deve adicionar propriedades antibacteriana e antifúngica, além de ampliar a sua aplicação para a área eletrônica, médica, doméstica e de saúde e segurança do trabalho, com aplicação em equipamentos de proteção. “Ter uma ideia é muito fácil, a parte mais difícil é operacionalizar ela, por isso a gente acha fundamental o apoio das entidades Sistema S, que oferecem esse tipo de auxílio para as pequenas indústrias.  Esse edital é uma coroação de que a gente está no caminho certo”, afirma Luciano Castelo, proprietário da Bodout.

Saúde e segurança
Outros dois projetos catarinenses aprovados no Edital, em fevereiro, integram a categoria Inovação em Segurança e Saúde no Trabalho e Promoção da Saúde. A proposta selecionada da Dooile Tecnologia visa fornecer uma solução integrada de monitoramento e detecção em tempo real da presença de amônia no ambiente de trabalho. Já o foco do Safe and Clean, da Farben Tintas, é automatizar parte do processo de limpeza de tachos de tinta utilizados para a mistura de agentes químicos. Com isso, são eliminados riscos ergonômicos e de exposição a agentes químicos nocivos ao trabalhador.

O Edital de Inovação para a Indústria é uma iniciativa que estimula o desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços inovadores. Em todo o País, o Edital vai investir até R$ 55 milhões para o desenvolvimento de projetos em empresas industriais de todos os portes, incluindo startups de base tecnológica.

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
imprensa@fiesc.com.br | 48 3231 4673
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco