Tema foi discutido no Conselho de Economia da FIESC

Florianópolis, 11.4.2018 – No cenário macroeconômico atual, de redução da participação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na oferta de crédito às empresas, uma alternativa que ganha fôlego é a do mercado de capitais. O tema foi apresentado nesta quarta-feira (11) no Conselho de Economia da FIESC, pelo consultor Bruno Lavieri, sócio diretor da 4E Consutoria.

O consultor disse que o mercado de capitais, especialmente a venda de ações em bolsas de valores, é uma prática muito disseminada em países desenvolvidos, mas ainda restrita no Brasil. “A opção de fortalecer o BNDES acabou viciando a economia com crédito barato e acessível”, afirmou. “As grandes empresas têm experiência em operar no mercado de capitais, mas para as pequenas empresas ainda é um desafio”, destacou Lavieri. Para ele, os avanços nesta área implicam implementar políticas governamentais de transparência e de redução de burocracia, que facilitem o acesso ao mercado de capitais.
 

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

 

 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco