Rota Global, programa gratuito para apoiar atuação internacional, está com inscrições abertas

Iniciativa da CNI, desenvolvida com recursos da AL-Invest, da União Europeia, ajudará centenas de indústrias a iniciar ou fortalecer operações internacionais. Prazo para inscrição é até 15 de setembro
Imprimir

Brasília, 28.8.2017 – Estão abertas as inscrições para o Rota Global, que oferecerá consultoria gratuita para empresas consolidarem ou começarem a atuar no comércio internacional. Até o dia 15 de setembro, negócios de todos os portes e setores podem se inscrever no site do programa - http://www.portaldaindustria.com.br/ rota-global/ - para participar da primeira fase, que consiste em um questionário on-line de avaliação da maturidade de internacionalização da empresa. O Rota Global é uma iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria a União Industrial Argentina (UIA) e o Parque Tecnológico de Extremadura (Fundecyt-PCTEX), na Espanha, e tem o apoio do Ministério de Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

O Rota Global é executado pela Rede de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), presente em todas as federações estaduais de indústrias, e será financiado com R$ 1,2 milhão obtido junto à AL-Invest, programa da Comissão Europeia de fomento à competitividade de micro, pequenas e médias empresas da América Latina. A meta da primeira etapa é avaliar a capacidade de atuação internacional de pelo menos 500 indústrias - não há limite de inscritos. Todos os candidatos receberão um relatório que identifica pontos fortes e desafios para a inserção internacional.

Inicialmente, o Rota Global estará disponível em 18 estados: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins. Podem participar empresas de todos os portes e setores industriais, com níveis diferentes de experiência no exterior. Por se tratar de um programa internacional, empresas da Argentina e da Espanha também serão atendidas pelas instituições parceiras nesses países.

SEGUNDA ETAPA - A partir do processo de avaliação, o Rota Global selecionará 200 empresas para a próxima fase, que vai até abril de 2018. Neste período, as indústrias receberão consultoria personalizada e gratuita para construir o plano de negócios de apoio à internacionalização ou consolidação da empresa no mercado externo. O objetivo é promover melhorias concretas na operação internacional em pelo menos 100 delas até junho do ano que vem.

De acordo com o diretor de Desenvolvimento Industrial da CNI, Carlos Abijaodi, o programa é uma grande oportunidade para a indústria brasileira ampliar a participação no mercado internacional, sobretudo pequenas e médias empresas. "O Rota Global vai considerar a realidade de cada empresa no desenho de estratégia que dê chances reais de inserção no mercado internacional. Além disso, é uma consultoria especializada gratuita", afirma.

RECURSOS EUROPEUS – O AL-Invest é um Programa da Comissão Europeia para fomentar a produtividade e a competitividade de MPMEs, na América Latina como forma de combater a pobreza e a desigualdade social. Na segunda convocatória da quinta edição, foram disponibilizados 4,9 milhões de euros para financiar projetos na região.

SERVIÇO

Para participar do Rota Global, basta acessar o site:
http://www.portaldaindustria.com.br/rota-global/

 

Com informações da Agência CNI de Notícias.