Indústrias catarinenses conquistam Prêmio Nacional de Inovação

As empresas Fornari, Whirlpool e Portobello implantaram processos inovadores e foram vencedoras em suas respectivas modalidades
Imprimir
  • A Fornari, de Concórdia, venceu o prêmio em duas categorias: produto e gestão da inovação (foto: José Paulo Lacerda)
  • Vencedores da edição 2017 do Prêmio Nacional de Inovação (foto: José Paulo Lacerda)

 

Florianópolis, 27.6.2017 – Três indústrias catarinenses venceram o Prêmio Nacional de Inovação, uma iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que valoriza negócios que apostam na inovação. O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira (26), em São Paulo. A Fornari, de Concórdia, ficou com o primeiro lugar nas categorias Inovação em Produto e Gestão da Inovação (micro e pequena empresa). A Whirlpool, de Joinville, venceu na categoria Inovação em Produto (grande empresa) e a Portobello, de Tijucas, foi reconhecida na categoria Inovação em Marketing (grande empresa).

Com o apoio do Instiuto Euvaldo Lodi (IEL/SC), entidade da FIESC, a Fornari implantou processos inovadores em sua fábrica. Para a empresára Luciane Fornari, a parceria com o IEL/SC, fez toda a diferença no processo de gestão da inovação. “Eles nos auxiliaram a inserir no DNA da equipe o que é inovar e entender que isso traz resultados importantes. Nós estamos lançando anualmente até dois novos produtos”, conta. 

O Prêmio Nacional de Inovação destinou às empresas ganhadoras um total de R$ 900 mil pré-aprovados no Edital de Inovação para a Indústria. Este ano houve recorde de inscrições. Participaram da premiação 3.987 empresas, das quais 34 chegaram à última etapa. 

O prêmio se dividiu em quatro modalidades: micro e pequenas empresas atendidas pelo Programa Agentes Locais de Inovação (ALI); micro e pequenas empresas, médias empresas, e grandes empresas. A premiação se deu nas categorias gestão da inovação, inovação de produto, inovação de processo, inovação organizacional e inovação em marketing, sendo esta última em quatro subcategorias: produto, processo, organizacional e marketing. 

A entrega do Prêmio antecedeu a abertura do 7º Congresso Brasileiro de Inovação na Indústria, que segue até o dia 28 de junho. Saiba mais clicando aqui.  

Conheça as empresas vencedoras:

Vencedora de dois prêmios, a empresa Fornari Indústria atua centrada no desenvolvimento de produtos para agronegócio e saneamento, visando à segurança alimentar. Entre suas principais inovações destacam-se a máquina de lavar bandejas de ovos e bandejas de mudas – hortifrúti, máquina de lavar caixas para frutas, Dosarkit, máquina para lavar e desinfetar ovos comercias, mesa de sexagem e contagem, além de clorador para altas vazões. No aspecto da Gestão da Inovação, a principal característica é a elevada interface com empresas de base tecnológica para desenvolvimento de pesquisa, o que lhe confere diversos aspectos positivos na capacidade de inovar.

A Whirlpool Latin America é o negócio de eletrodomésticos da Whirlpool S.A., uma subsidiária da Whirlpool Corporation. No Brasil, a empresa possui 3 fábricas, 2 escritórios administrativos, 4 centros de tecnologia, 23 laboratórios e 3 centros de distribuição. A empresa caracteriza-se por elevada capacidade de geração de novos produtos, com 400 lançamentos de novos produtos nos últimos 2 anos, o que corresponde a 50% do seu protfólio. Entre essas inovações, destaca-se o B.Blend, resultado de uma jointventure com a Ambev, que estabeleceu um novo conceito tecnológico e mercadológico na oferta de bebidas em uma plataforma all-in-one de bebidas em cápsulas, com capacidade de produzir mais de 80 opções. 

A Portobello produz e comercializa produtos cerâmicos e porcelânicos em geral, além de prestar serviços complementares para aplicação no ramo de materiais de construção civil no Brasil e no exterior. Seu perfil de inovação em marketing é o expoente mais recente da empresa que modificou sua abordagem competitiva da capacidade de produzir para a gestão do portfólio, onde a competição concorrencial é agora definida. Com esse foco para o mercado, a Portobello desenvolveu inovações buscando introduzir seus produtos em novos mercados como partes de ofertas de valor combinadas. Por consequência, iniciou a oferta de “móveis de cerâmicos e porcelânicos” e customizações de cortes.

Com informações da Agência CNI de Notícias

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina