Corrida do Bem mobiliza Rio do Sul e região

Evento esportivo e beneficente, promovido pelo SESI, arrecadou recursos para a APAE do município
Imprimir
  • Corrida do Bem reuniu mais de 500 participantes em Rio do Sul (Fotos: Rene Castro)
  • Evento contou com a modalidade de maratoninha para as crianças (Fotos: Rene Castro)

Rio do Sul, 07.08.2017 – Rio do Sul reuniu mais de 500 participantes neste último domingo (06) na Corrida do Bem, evento promovido pelo SESI, entidade da FIESC. A iniciativa, que contou também com a modalidade de caminhada e maratoninha para as crianças, teve parte do valor das inscrições revertida a APAE do município. “Eu vim por amor ao esporte e para unir o útil ao agradável. A gente corre, se diverte e ainda ajuda o próximo”, disse a dona de casa, Marcilene Gonçalves, de 36 anos, que participou pela primeira vez da Corrida do Bem. “Viemos com uma galera de Presidente Getúlio. A corrida nos traz saúde, disposição e novas amizades”, ressaltou Marcilene.

Participaram da prova industriários e comunidade de diferentes cidades do Alto Vale. Alguns vieram de mais longe como foi o caso de Edson Romig, de Pomerode, que participou pela segunda vez. “Este ano tivemos mais competidores, não choveu, o trajeto foi mudado e agora a modalidade de 10 quilômetros não precisa fazer duas voltas”, afirmou Romig, que tem 41 anos e trabalha como líder de montagem. “Para esta edição eu treinei mais e consegui um melhor desempenho, com um minuto a menos”, comemorou ele, alertando sobre a importância em ter acompanhamento profissional para se preparar. “Começar do nada, sozinho e já querer sair correndo, só vai se machucar”, completou.

A largada foi dada às 8h30, em frente ao SESI, e os atletas passaram pela região central de Rio do Sul. A Guarda Municipal orientou o trânsito e as equipes do SESI foram dispostas em pontos estratégicos para oferecer água e dar suporte aos competidores. O vice-presidente da FIESC Alto Vale, Lino Rohden, prestigiou a Corrida do Bem. “É um evento muito importante porque incentiva o esporte em todas as idades, destacando o bem-estar, a saúde, e as vantagens de se ter uma vida ativa. Toda a equipe do SESI está de parabéns”, afirmou Rohden. “Para nossa cidade esse evento é muito positivo, pois promove hábitos saudáveis em meio a uma vida cheia de compromissos com trabalho, família e estudo”, comentou o prefeito, José Thomé. Ele e amigos participaram da competição.

O SESI disponibilizou a estrutura do Circuito do Bem-Estar para o público com massagem relaxante, avaliação física, aferição da pressão arterial, frutas, água e kits para os atletas. “A organização é feita de forma muito responsável. Participo de corridas há 43 anos, inclusive fora do Estado, e aqui é especial porque o atleta é considerado a estrela maior do evento. O SESI leva isso muito a sério. A receptividade no fornecimento de materiais e informações, o calor humano, o carinho e o respeito são excepcionais.”, elogiou Carlos Cesar Dauer, feliz por conquistar o 1º lugar na modalidade corrida 5 km, na categoria mais de 60 anos. “Foi especial participar pela segunda vez na cidade onde nasci e passei minha infância”, disse o aposentado, que hoje mora em Presidente Getúlio. Também saiu satisfeito o comerciante Ailton Foster, de 42 anos. “Corri pela primeira vez, na modalidade de 10 km e fiquei em terceiro lugar. Não treino muito, mas como ciclista, tenho um pouco de resistência física. Na metade do trajeto forcei mais, me senti bem e fiz um bom tempo”, comentou ele.

O valor destinado à APAE, como parte das inscrições, foi de R$ 4 mil, além dos alimentos recolhidos com a inscrição da maratoninha.  As Corridas do Bem serão realizadas nas 16 regionais da FIESC até o final do ano, sempre revertendo parte dos recursos para instituições beneficentes.

Com informações da Assessoria de Imprensa Regional.