Objetivo é promover ambientes de trabalho seguros e saudáveis

Florianópolis, 07.5.2018 – Um novo serviço do SESI em todo o País concentrará a gestão da saúde dos trabalhadores em um único ambiente virtual, proporcionando ganhos para a indústria e para os trabalhadores. Trata-se da plataforma SESI Viva +, cujo objetivo é promover ambientes de trabalho seguros e saudáveis. “Os gastos com saúde e segurança da indústria brasileira alcançam 30 bilhões de reais por ano, um terço em seguro saúde. Este é o segundo maior custo da indústria com pessoal, menor apenas que a folha de pagamento”, disse o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, nesta segunda (7) durante a abertura de uma capacitação a profissionais do SESI/SC e da FIESC para a disseminação da nova tecnologia.

O novo recurso centralizará, em um único ambiente digital, dados de saúde e segurança e estilo de vida do trabalhador da indústria brasileira. Assim, possibilitará a geração de informações qualificadas e estruturadas, além de estudos epidemiológicos. A ação apoiará as indústrias a aumentar a produtividade, com prevenção de acidentes e redução de riscos legais e de custos com saúde e afastamentos. Com utilização de big data, o sistema permitirá a geração de painéis de indicadores de saúde e estilo de vida por meio de multicanais personalizados com login e senha para indústrias e trabalhadores. Em Santa Catarina, a iniciativa será aplicada de maneira experimental nas regiões da Grande Florianópolis e Sul do Estado. 

Côrte lembrou que o SESI vem atuando intensamente na oferta de recursos para a gestão completa da saúde e segurança do trabalhador. “Este novo posicionamento vai ajudar a indústria nacional a ampliar competitividade, tornando-a mais alinhada com as tendências internacionais”, falou. “Se não fizermos grande esforço para tornar a indústria mais competitiva, tendemos a ficar para trás neste novo conceito da economia internacional”, disse, referindo-se à ampliação da abertura econômica dos países. 

Côrte lembrou ainda da dimensão humana nos avanços tecnológicos. “Qual o impacto das novas tecnologias na vida das pessoas? Por trás das evoluções tecnológicas disruptivas, como as que estão ocorrendo no mundo todo, sempre há uma pessoa. As máquinas já conversam entre si, mas por trás disso tudo sempre há pessoas”, enfatizou. “Com este programa [SESI Viva +] estamos dentro desse ambiente, que olha a pessoas com a sua dignidade, com sua natureza, que devem ser preservadas”, destacou.

O superintendente do SESI/SC, Fabrizio Machado Pereira destacou que o SESI Viva + se consolida como uma rede nacional da instituição para o pleno atendimento do trabalhador. “É uma agenda estratégica da Confederação Nacional da Indústria, da FIESC e do SESI em todo o País. Estamos dando o primeiro passo e a tendência é crescer em quantidade e qualidade”, explicou.

“É um projeto que vem sendo concebido há vários anos e vem integrar diversos programas que o SESI mantinha de atendimento ao trabalhador”, destacou o gerente de Saúde e Segurança na Indústria do SESI Nacional, Emmanuel Lacerda, em referência à Rede SESI do Trabalhador e ao Cartão do Trabalhador, entre outros programas existentes. “Incorporamos no SESI Viva + as transformações digitais que a indústria e a sociedade estão passando”, acrescentou. 

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco