Turmas implantadas em Lages atenderão 88 trabalhadores do setor madeireiro


Florianópolis, 19.6.2019 – Lindomar de Jesus Muniz, de 44 anos, é um dos 88 alunos que acabam de iniciar as aulas na educação de jovens e adultos profissionalizante do SESI SENAI, em Lages. Ele encontrou no amor pelos filhos a inspiração para voltar a estudar. As aulas são oferecidas a trabalhadores da região em parceria com o Sindicato das Industrias de Serrarias Carpintarias e Tanoarias de Lages (Sindimadeira). 

Muniz trabalha há sete anos na madeireira Tomazzi e não pensou duas vezes quando foi convidado por uma das gestoras da empresa para voltar a estudar. Há algum tempo, ele conta que seus filhos, os gêmeos Eduardo e Thiago Bernadino Muniz, de 9 anos, pediram ajuda para o dever de casa e ele não soube ajudar. “Naquele momento percebi que a oportunidade que estavam me oferecendo mudaria minha realidade. Eu quero, preciso, vou aprender e poder ensinar meus filhos. Quero que eles tenham orgulho de mim”, contou no primeiro encontro da turma, realizado no dia 11 de junho.

“Quando vimos a busca pelo conhecimento, também enxergamos a vida de alguém sendo transformada”, comenta a gerente regional Sesi/Senai na Serra Catarinense, Silvia De Pieri Oliveira. O presidente do Sindimadeira, Paulo César da Costa, afirma que as corporações vivem um movimento colaborativo e todos devem fazer sua parte. “É gratificante para nós, enquanto gestores, oferecermos aos trabalhadores a oportunidade de ampliarem seus estudos. Temos a obrigação de estimular o espírito de garra e a força de vontade de melhorar”.

Entusiasta da educação, o vice-presidente regional da FIESC, Israel Marcon, acredita no aprimoramento profissional por meio da educação. “Se quisermos que a indústria brasileira e catarinense seja forte, desenvolvida e competitiva, devemos investir em educação. Só desta forma vamos competir de igual para igual com a indústria de países desenvolvidos”, afirmou.

As turmas implantadas em parceria com o Sindicato aliam o ensino básico e o profissionalizante (EJA Profissionalizante). Entre os principais resultados deste modelo está a permanência em sala de aula. 

 

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
imprensa@fiesc.com.br | 48 3231 4244
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco