Iniciativa integra série de projetos sociais desenvolvidos por professores e estudantes do SENAI em São Bento do Sul e em Blumenau que visam transformar a comunidade onde estão inseridos

Florianópolis, 14.6.2019 – O Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado em Autismo Professora Celeste Novack, de São Bento do Sul, recebeu nesta quinta-feira (13) uma sala de psicomotricidade, considerada essencial no desenvolvimento de seus alunos. O ambiente foi projetado, construído e instalado por professores e estudantes do SENAI por meio de um projeto social. A iniciativa integra uma ação nacional que desafia professores e alunos a desenvolver ou transformar um produto ou espaço na comunidade onde estão inseridos, por meio da educação profissional. 

No espaço foram instalados diversos recursos que auxiliam e estimulam os movimentos dos autistas, trabalhando o aspecto sensorial. A sala será utilizada diariamente pelos 55 alunos do centro municipal, crianças e adultos. “Precisávamos desse suporte técnico para nossas atividades, pois os autistas devem trabalhar diariamente a psicomotricidade para o seu desenvolvimento”, explica a diretora do centro, Geovanna Rodrigues Vicente. A diretora da Associação de Pais e Amigos dos Autistas, Maria Lourdes Sperka afirma que “a psicomotricidade pode trazer uma evolução enorme aos alunos, é um ganho fantástico”.

Desenvolvido durante dois meses, o projeto mobilizou alunos de diferentes áreas de formação. Estudantes que acompanharam todas as etapas do projeto, da concepção da ideia à fabricação e instalação, ressaltam a importância de conhecer o mundo do autismo e compreender as necessidades dos alunos. “Colocamos a teoria em prática, o que ajuda muito na formação. Além disso, foi um projeto que nos trouxe muita satisfação pessoal”, conta David Monteiro, aluno do curso de Automação do Senai. “É a concretização do nosso desejo, de fazer a educação profissional chegar ao dia a dia das pessoas, de ser útil à sociedade”, destacou Vilmo Lochstein, coordenador de educação profissional do SENAI. 

Para a realização do projeto, houve participação de voluntários e parcerias com as empresas Artefama, Artes Industriais de Madeira, Fama Designer Visual, Havan, Móveis Weihermann, Palema Colchões, Tecidos Scherer e Traço Sensatto.

Projetos no Vale do Itajaí
Em Blumenau, estudantes criaram projeto de inclusão digital para idosos. Eles revitalizaram a sala de informática da Fundação do Bem-Estar da Família Blumenauense - Pró Idoso e ofereceram oficina gratuita sobre internet, realizada no SENAI. As empresas parceiras deste projeto são Luminárias Blumenau, Costura Fina Confecções, WK Sistemas, Senior Sistemas, Dona Hilda, Supermercado Giassi e Pastelaria Carmem.

Outra equipe implantou espaços de leitura com biblioteca nas organizações não-governamentais (ONG) Puro Amor e São Roque. O projeto contempla obras de reforma e pintura, confecção de tapetes, almofadas, jogos de madeira, nichos e prateleiras, cabanas de leitura e decoração para os espaços. As empresas parceiras do projeto são Teka, Ecofiber e West Rock.

Na mesma linha, uma terceira equipe de estudantes do SENAI de Blumenau está revitalizando espaços de convivência e a biblioteca do Centro de Educação Infantil Leonardo Laurindo Terres. Eles estão produzindo móveis para crianças de 3 a 5 anos. São parceiras do projeto as empresas N8 Têxtil, Coteminas e Calesita. 


Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
imprensa@fiesc.com.br | 48 3231 4244
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco