Estudantes das redes pública e privada, familiares e a comunidade puderam conhecer oportunidades da educação profissional em todas as unidades da instituição em todo o Brasil; em Joinville, evento foi realizado junto com o SENAI Challenge, que se encerra neste sábado (10)

Florianópolis, 09.11.2018 – As unidades do SENAI em todo o Brasil abriram suas portas à comunidade nesta quinta e sexta (dias 8 e 9), com o propósito de apresentar as oportunidades oferecidas pela educação profissional e auxiliar os jovens a escolher uma carreira na indústria. Todas as unidades da instituição em Santa Catarina participaram da iniciativa. Em Joinville, o evento coincide com o SENAI Challenge (no qual estudantes da instituição apresentam projetos desenvolvidos ao longo do ano durante as aulas), que prossegue até sábado, no Centro de Eventos Edmundo Doubrawa.

Uma das principais atrações dos eventos é a apresentação dos projetos, nos quais os alunos demonstram seus conhecimentos, habilidades e atitudes. A execução de atividades práticas, relacionadas a situações reais da indústria, é uma das características da metodologia educacional do SENAI. O modelo fortalece o aprendizado e, pelo seu caráter lúdico, reduz a evasão escolar. 

Veja alguns destaques do Mundo SENAI em diversas cidades do Estado

Concórdia - “Estudar no SENAI é aproveitar todas as possibilidades que se abrem através dos trabalhos que desenvolvemos. O SENAI abre nossas mentes para a inovação e, o mais importante, abre as portas para o nosso futuro”, disse o estudante Lucas Orso Bison, do curso Técnico em Informática, da unidade de Concórdia. “É um aprendizado que fica para a vida. É um conhecimento prático e isso ninguém nos tira”, afirmou Anderson Antunes da Cruz, aluno do curso Técnico em Mecânica na mesma cidade. Na unidade, foram apresentados projetos como a balança de índice de massa corporal, o gerador eólico, o foguete com propulsão à base de vinagre e bicarbonato, o relógio binário, o torno para usinar peças cilíndricas e o aquecedor indutivo. A estufa para chocar ovos e o lavador de bebedouro de aves são dois projetos alinhados à vocação econômica da região.

Tubarão - Estudante de Automação industrial em Tubarão, Lucas Daltoé convenceu os pais de sua namorada, Beatriz Fernandes, a visitarem o Mundo SENAI. Reginaldo e Roberta ficaram impressionados e cogitam matricular a filha de 17 anos em algum curso da instituição. “Com certeza o que este evento oferece pode nos ajudar muito a abrir o leque de conversas dentro de casa com nossos filhos. Tenho o pensamento de jamais exigir que minha filha faça o curso A ou B, mas penso que as nossas experiências de vida podem contribuir na hora da decisão. E fiquei muito contente com o que vi”, disse Reginaldo.

Jaraguá do Sul - Robôs para a movimentação de materiais dentro da fábrica, ou para o deslocamento de contêineres em área portuária, um eletroposto para abastecimento de veículos com energia solar que transfere a energia captada excedente para a rede são alguns dos projetos expostos em Jaraguá do Sul. Gabrielle de Oliveira, aluna do curso técnico de edificações, participou pela primeira vez do Mundo SENAI. “É muito legal poder mostrar para os colegas e para a comunidade o que estamos aprendendo. Muitos jovens nem sempre têm uma chance de conhecer as profissões e ficam indecisos sobre o que fazer”, diz a adolescente. Da mesma turma, Carolina Bridaroli Gorges lembra que ela e as colegas já desenvolvem o projeto de uma casa de 80 metros quadrados, tendo como referência o aprendizado em sala de aula.

Caçador - A estudante Amanda Ferreira Gonçalves, 18 anos, do curso de Assistente de Produção, foi a gerente de uma miniempresa construída especialmente para o Mundo SENAI em Caçador. Ela explicou que toda a estrutura da empresa foi montada a partir de rejeitos doados por diversas empresas. “Conseguimos montar um ambiente bonito e aconchegante somente com materiais de refugo, aplicando também a questão da sustentabilidade na nossa empresa”, comentou. Para ela, a experiência foi enriquecedora e vai fazer muita diferença no currículo. “Aqui adquirimos diversas habilidades a partir de desafios. No meu caso, como gerente da empresa, precisei estudar o perfil dos alunos para ver em qual setor da empresa melhor cada um se adequava. Foi um aprendizado muito importante, um desafio difícil, mas agora estou muito mais segura. Posso resolver qualquer problema, estou mais preparada para o mercado de trabalho”, disse.

Chapecó - Em Chapecó foram apresentados 55 projetos integradores, entre os quais um sistema de manufatura integrada, criado por alunos do curso Técnico em Automação Industrial. Outro projeto é “Um tour pelo oceano”, apresentado por estudantes do primeiro ano do ensino médio, mostrando o relevo oceânico e propondo debate sobre problemas como a poluição. “O Brasil tem muito pouco estudo sobre os oceanos. Aproximadamente 1% dele é catalogado e os cientistas devem catalogar 25% do total do domínio oceânico brasileiro até 2030”, relatou o estudante Arthur Quadrado.

Brusque - Acompanhado de sua esposa Eliane Odisi, que já está matriculada no curso de assistente administrativo do SENAI Brusque, Maicon Odisi conta que compareceu ao evento instigado pela companheira a buscar algum curso profissionalizante na instituição. “Vim em busca de conhecimentos, novas oportunidades. Sei que aqui terei várias opções de cursos que podem agregar para a gente. Eu sou mecânico e quero buscar algo nessa área, de repente um técnico na área têxtil”, comentou o participante.

Rio do Sul - “O SENAI sempre me auxiliou. Tive suporte dos professores, mesmo quando não estava estudando e precisei de orientação”, contou Geverson Fiamoncini, proprietário da GF Projetos e que estuda no SENAI há dez anos. Ele já cursou Metrologia, Técnico em Informática, Desenhista Mecânico, Técnico em Mecatrônica e Técnico em Eletromecânica. Sua empresa, sediada em Rio do Sul, é especializada no desenvolvimento de projetos mecânicos.

Itajaí – A sala da turma do curso de alimentos foi uma das mais procuradas no SENAI em Itajaí. Os alunos prepararam uma série de receitas saudáveis para o público do Mundo SENAI. “Eu achei que a gente chegaria e iria diretamente para o laboratório, mas tem muita coisa na área da química, sobre a reação das substâncias; da matemática, para calcular ingredientes e valores; da informática, para criar aplicativos para que as pessoas conheçam nosso trabalho e busquem as receitas”, disse Aline Vitória da Silva.

SENAI Challenge apresenta as inovações para o setor industrial

Mais de 1.500 estudantes passaram pelo SENAI Challenge nesta sexta-feira, em Joinville. Os visitantes conheceram os projetos dos alunos que envolveram a construção de karts elétricos, carros compactos, robôs, cadeiras de rodas automatizadas, jogos de internet, hóquei e coleções de moda. As atividades foram realizadas durante o ano letivo em aulas práticas de cursos técnicos e de aprendizagem industrial do SENAI em todo o estado.

Maurício Capra Pauletti, diretor de Educação do SENAI/SC, falou sobre a importância do contato dos estudantes com as tecnologias para o desenvolvimento de seus talentos. “Dados nos indicam que 65% das profissões previstas para daqui a 8 anos ainda não existem”, disse. 

O SENAI Challenge prossegue neste sábado, no Expocentro Edmundo Doubrawa, em Joinville, quando os estudantes irão apresentar os projetos desenvolvidos durante o ano como forma de fortalecer o aprendizado e de levar os futuros profissionais a viver situações reais da indústria. Em sua terceira edição, a iniciativa envolve oito cursos técnicos, 35 unidades e mais de 2 mil estudantes e 150 docentes.

O evento conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Joinville e de 165 empresas de todo o Estado, tanto para a realização do evento final, quanto para os projetos dos estudantes. O SENAI Joinville contou com a parceria das empresas ROMI, Pollux, Dohler, Tecnofibras, WeldVision, PerfilPolimer, Sommos Comunicação Visual, entre outras.

Em paralelo ao SENAI Challenge, a Secretaria Municipal de Educação de Joinville está promovendo um torneio de robótica.  As provas estão sendo disputadas por alunos de escolas municipais de Joinville, em três modalidades: Artbot, Desafio de Robôs e Desafio Worldcraft: Geração de Energia.

Serviço:
O quê: SENAI Challenge 2018 e Mundo SENAI
Quando: prossegue dia 10 de novembro – das 10 às 17 horas
Local - Expocentro Edmundo Doubrawa
 
O quê: Torneio de Robótica
Quando: prossegue dia 10 de novembro – das 10 às 13h30
Local - Expocentro Edmundo Doubrawa

Com informações das assessorias regionais de imprensa da FIESC
Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco