Painel em São José mostrou serviços das entidades da FIESC à disposição do setor

São José, 27.11.2014 – A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) realizou na noite desta quinta-feira (27), no SESI de São José, o painel Desafios da Competitividade em Micro e Pequenas Empresas. O evento, coordenado pelo presidente da entidade, Glauco José Côrte, apresentou cases de sucesso de empresas da Grande Florianópolis, debateu os desafios do segmento e apresentou os serviços das entidades da FIESC para apoiar o desenvolvimento das indústrias de pequeno e médio portes. “Fomos criados e somos mantidos e administrados pela indústria, ou seja, pelo setor privado”, ressaltou Côrte, que tratou os industriais como acionistas. “Conheçam e usem nossas instalações”, convidou.

Ele lembrou que Santa Catarina é o Estado com o maior número de sindicatos industriais do País, enfatizando a cultura associativista catarinense. Assim como a indústria, também os sindicatos estão em todas as regiões, o que é um de nossos diferenciais, argumentou.

O vice-presidente regional, Tito Alfredo Schmitt, destacou os esforços da FIESC de estar cada vez mais próxima da indústria. “Nosso objetivo hoje é trocar experiências, sentir quais são as necessidades do setor”, afirmou. Ele também chamou atenção para a importância do associativismo. “É preciso encontrar tempo, pois quem não acompanhar as mudanças, como as tecnológicas, terá dificuldades”, afirmou, exemplificando com a própria empresa, que há dez anos implementou processo de automação que multiplicou por seis a produção. “Se não tivéssemos feito isso, teríamos quebrado”, contou.

“Sair da empresa para participar de uma reunião no sindicato ou na FIESC é um investimento, pois permite troca de experiências e de aprendizado com outras companhias”, disse o empresário Alexandre Cunha, da Cebra. Ao relatar a experiência de sua indústria, que fabrica fontes chaveadas, destacou o apoio jurídico como um dos serviços mais importantes oferecidos pelos sindicatos e pela Federação.

Côrte salientou que as pequenas e médias empresas podem utilizar os serviços das entidades da FIESC dentro de seus quatro focos estratégicos. Eventos e cursos, missões internacionais, câmaras especializadas, desenvolvimento associativo, estudos e pesquisas, previdência privada e até cooperativa de crédito podem apoiar as atividades das indústrias no âmbito do ambiente institucional.

No plano educacional as entidades da FIESC oferecem educação infantil, ensino médio, educação de jovens e adultos, educação continuada, aprendizagem industrial, qualificação e aperfeiçoamento profissional, cursos técnicos, cursos superiores, pós-graduação, educação executiva, estágios e desenvolvimento de carreira. São iniciativas alinhadas por meio do Movimento A Indústria pela Educação, que tem estimulado o setor a apostar na formação dos trabalhadores como forma de ganhar competitividade.

Para apoiar as iniciativas ligadas a tecnologia e inovação as entidades da FIESC colocam à disposição da indústria assessoria técnica e tecnológica, serviços técnicos especializados, metrologia, consultoria em gestão empresarial, além da Rede de Institutos SENAI de Inovação e Tecnologia, que está em fase implantação.

Para ajudar a indústria a elevar a qualidade de vida de seus trabalhadores, a FIESC, por meio do SESI, oferece serviços de odontologia, Centros de Promoção da Saúde, Segurança e Saúde no Trabalho (SST), rede de farmácias, alimentação saudável e está estruturando o Instituto SESI de Inovação em Tecnologias para SST.

 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco