Missão liderada pela FIESC vê oportunidades de exportação para o mercado da América Central

 

Florianópolis, 12.03.2015 – Empresas catarinenses e brasileiras que produzam itens de consumo têm no Panamá uma boa oportunidade para exportar seus produtos. Esta é a avaliação da missão empresarial liderada pelo industrial Michel Miguel, vice-presidente para o Litoral Sul da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC). O grupo participa da 33ª Expocomer, realizada no Panamá nesta semana.

Segundo Cid Erwin Lang, diretor 2º secretário da FIESC e integrante da missão, o país da América Central tem um parque industrial reduzido e oferece burocracia mínima e baixos custos de logística.

A feira começou nesta quarta-feira (11) e vai até sábado (14), com a participação prevista de 35 países. O evento abrange os setores de alimentos e bebidas, construção civil, tecnologia, têxtil, calçados, serviços e higiene e limpeza, entre outros. Entre os principais expositores estão Argentina, Brasil, Coréia do Sul, China e Taiwan.

Nos dias anteriores ao evento, a missão brasileira se reuniu com o embaixador brasileiro no país, Adalnio Senna. Para o diplomata, o Panamá é um grande polo logístico, comparado em importância a Cingapura, na Ásia, e pode servir como porta de entrada para toda a América Central.

Os integrantes conheceram também as obras de ampliação do Canal do Panamá, que no ano passado completou 100 anos de operação. Iniciada em 2007, a reforma tem orçamento total de US$ 5,2 bilhões e, quando concluída, vai dobrar a capacidade do canal.

Visitaram ainda o Porto de Manzanillo, que é fruto de uma parceria de empresas americana e panamenha e está estruturado em antiga base naval americana. Em 2014, o porto movimentou o equivalente a 2 milhões de contêineres de 20 metros, sendo 50% de cargas locais e 50% de cargas de transbordo.

A visita à Zona Livre de Cólon fechou a programação pré-evento. Com quase 2 mil empresas instaladas, a zona livre está em operação há 67 anos. Lá, os visitantes receberam informações sobre aspectos tributários e aduaneiros, internalização de produtos estrangeiros e canais de vendas, entre outros temas.




 

Fábio Almeida
Assessoria de Imprensa da FIESC
48 3231-4674 | 48 9981-4642
fabio.almeida@fiesc.com.br

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco