Grupo liderado pelo presidente da instituição, Glauco José Côrte, reuniu-se em Washington com representantes do Departamento de Comércio, nesta segunda-feira (12)

Florianópolis, 12.2.2018 - O presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), Glauco José Côrte, e diretores do SENAI/SC reuniram-se com integrantes do Departamento de Comércio dos Estados Unidos, nesta segunda-feira (12), em Washington, e debateram temas relativos ao setor de defesa e cidades inteligentes (smart cities). No encontro foi discutida a possibilidade de realizar trabalhos conjuntos nas áreas que envolvem as cidades inteligentes, como água, resíduos sólidos, trânsito, energia, redes inteligentes para energia, além de conexões com a indústria 4.0 e educação. O Instituto SENAI de Sistemas Embarcados, localizado em Florianópolis, integra o cluster catarinense de smart cities. Também participam da missão os diretores do SENAI/SC Jefferson de Oliveira Gomes (diretor regional), Maurício Cappra Pauletti (diretor técnico) e Pierre Mattei (diretor de inovação do Instituto de Inovação em Sistemas Embarcados).

O diretor regional do SENAI/SC, Jefferson de Oliveira Gomes, explica que o grupo catarinense conheceu diversos programas voltados às cidades inteligentes e citou como exemplo um deles que trabalha questões comuns entre as cidades. Este programa tem mapeadas 105 mil comunidades de diversos locais do mundo. “O objetivo é trabalhar os problemas pré-existentes com as respectivas soluções nas áreas de transporte, comunicação sem fio e energia”, diz.

Numa outra reunião foi abordado o tema segurança cibernética. A comitiva conheceu uma iniciativa que reúne profissionais de segurança da informação de todo o País, que por sua vez, trabalham desenvolvendo soluções a favor da indústria americana, considerados "hackers do bem". “Há um programa de formação desses profissionais e o SENAI quer construir uma parceria para desenvolvimento de capacitações nessa área”, observa Jefferson.  

A delegação também participou de reunião-almoço no The Space Enterprise Council (SEC), conselho que reúne setores da indústria interessados em negócios no espaço de segurança comercial, civil e nacional. Foram tratadas parcerias na área de indústria de defesa, com foco em desenvolvimento de satélites. “Empresas privadas, num futuro próximo, devem passar os trabalhos da Nasa (agência espacial) ”, salienta Jefferson. Neste encontro também foram discutidas parcerias comerciais com empresas americanas e brasileiras, além de políticas públicas.

Ainda nesta segunda-feira, o grupo visita o quartel-general da Nasa para conhecer o STEM (Science, Technology, Engineering and Mathematics), programa que estimula os estudantes a seguir carreiras nas áreas de ciências, tecnologia, engenharia e matemática.

A agenda dos próximos dias também prevê compromissos em Boston, no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), entidade parceira dos Institutos SENAI de Inovação (são 25 no Brasil, três deles em Santa Catarina). A missão da FIESC vai tratar de mapeamento de produtos e projetos (no MIT Media Lab), de novas metodologias educacionais (no ILP MIT) e de aplicações de inteligência artificial em veículos autônomos (drones, submarinos, caminhões e automóveis) e em manufatura avançada. Na mesma cidade, os catarinenses visitarão o Centro Internacional da Universidade Tiradentes e o Instituto Cambridge de Estudos Brasileiros.

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco