Em encontro com jovens de todo o Estado, presidente da FIESC ressalta papel da juventude na busca por uma educação de mais qualidade

Confira a cobertura completa no Flickr da FIESC.

Florianópolis, 3.5.2018 – O presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), Glauco José Côrte, recebeu nesta quinta-feira (3) mais cem jovens que participam do Workshop Conexão Jovem 2018. O encontro ocorre na Federação, em Florianópolis, e reúne jovens embaixadores e os demais integrantes das equipes que organizaram o mesmo workshop em 2017 no Estado. Os participantes terão de traçar estratégias de engajamento para o jovem catarinense. O desafio é conduzido pelo Movimento Santa Catarina pela Educação, e segue até amanhã, dia 4.

Côrte salientou a importância do papel que os jovens têm em relação à educação. “Vocês representam todos os seus colegas de escola, a juventude de Santa Catarina e têm uma grande responsabilidade, porque lideram em suas regiões, influenciam as atitudes dos jovens que residem nas localidades onde atuam”, afirmou. “Cada vez mais vamos tomando consciência da importância da educação para um País que ainda tem índices de violência muito grandes. Se nós queremos ter paz, progresso, melhor qualidade de vida, nós temos que investir fortemente em educação. Para jovens que vão melhorando o seu nível de escolaridade, ampliam-se as oportunidades na vida profissional, como novos desafios e melhor remuneração”, complementou o presidente da FIESC. 

O assessor executivo do Movimento Antonio Carradore também alertou para o crescimento do número de homicídios e a relação entre educação e violência. “Um ano a mais de educação tende a reduzir a incidência de aprisionamento em 11% a 16%, como mostram dados do Ministério da Justiça”, salientou. Outra pesquisa da CNI mostra que quase 80% da população acredita que violência e corrupção estão relacionadas à baixa qualidade da educação. 

No workshop, os jovens vão se dedicar a criar soluções para o tema “Como engajar mais jovens catarinenses na causa da educação”. A metodologia usada para isso será o Hackathon, uma maratona de desenvolvimento para encontrar soluções para problemas e desafios. Eles terão apoio de programadores, desenvolvedores, designers e especialistas da área educacional. O trabalho é colaborativo e as melhores propostas serão executadas pelo Movimento SC pela Educação.


Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
48 | 3231 4244
imprensa@fiesc.com.br

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco