Afirmação é do presidente da FIESC, Glauco José Côrte, que participou do Fórum de Estágio de Santa Catarina

Florianópolis, 18.5.2015 – “Temos motivado a indústria para que ela seja porta de entrada para estagiários, para que possamos prepará-los para o mundo do trabalho”, afirmou o presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), Glauco José Côrte, durante o Fórum de Estágio de Santa Catarina. “A conjuntura difícil que enfrentamos nos motiva a trabalhar e investir ainda mais. Por isso, nossa orientação é intensificar as ações. Esta é a forma que temos de contribuir para a retomada do crescimento sustentável”, completou Côrte. O encontro ocorreu nesta segunda-feira, dia 18, na sede da entidade, em Florianópolis. 

A prática do estágio responsável com o apoio das instituições de ensino e da indústria foi debatida no fórum. O professor da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), e também conselheiro do IEL, Nério Amboni, falou sobre a urgência de despertar o jovem para a prática responsável do estágio.  “Vamos debater de que forma as instituições de ensino podem colaborar para o desenvolvimento de competências técnicas e socioemocionais”, disse Amboni. “Isso ajudará os nossos jovens a ter mais desenvoltura nas organizações e a se transformarem em profissionais reflexivos, que aprendem fazendo”, completou.

Andréa de Siqueira, coordenadora de estágio da Fábio Perini, indústria de Joinville, apresentou o programa desenvolvido pela empresa e reconhecido no Prêmio IEL Melhores Práticas de Estágio 2014, na categoria Médio Porte. Atualmente, a empresa conta com 30 estagiários e todos são acompanhados por tutores, além de participar de treinamentos e avaliações de desempenho. “Muitos são contratados após o estágio e os demais recebem apoio para inserção no mercado de trabalho”, conta Andréa que ressalta a preocupação do programa em oferecer o primeiro emprego para estes jovens.

O vice-presidente da FIESC na região Sudeste, Tito Schmitt, pediu aos integrantes do fórum para que abracem a causa da educação e levem a todos os cantos. “Precisamos incutir na consciência que só vamos nos transformar em um País competitivo e deixar um bom legado por meio da educação. Que sejamos mensageiros dessa boa nova”, salientou.

O diretor-executivo do Movimento A Indústria pela Educação, Antônio Carradore, apresentou o projeto Conexão Jovem. A iniciativa, que mobiliza o setor a investir na qualificação dos trabalhadores, estimulará os jovens a serem protagonistas no processo de melhoria da educação. Ao todo, 32 estudantes, que são destaques em suas comunidades escolares, foram convidados a integrar o projeto Conexão Jovem. O objetivo é estimulá-los para uma atuação mais colaborativa com a escola e o mundo do trabalho, além de despertar o interesse pela aprendizagem contínua.

Durante o encontro, as empresas foram orientadas sobre o Prêmio IEL de Estágio, que integra ações do Movimento A Indústria pela Educação. As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de junho. O regulamento e o formulário estão disponíveis no site www.ielsc.org.br. A iniciativa reconhecerá os melhores programas de estágio por porte (pequeno, médio e grande) e o resultado será conhecido no dia 18 de agosto. As vencedoras se classificam para a etapa nacional do prêmio. Saiba mais

 

Elida Hack Ruivo
Assessoria de Imprensa da FIESC
48 3231-4244 | 48 9176-2505
elida.ruivo@fiesc.com.br

 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco